• Bolsonaro anuncia suspensão de vestibular para trans em universidade federal

    SALVADOR, BA E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta terça-feira (16) que o Ministério da Educação interveio na Unilab (Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira) para suspender o vestibular que reservava 120 vagas para transgêneros e intersexuais. Criada em 2010, a Unilab possui campi no Ceará e na Bahia e tem como foco o intercâmbio com países africanos de língua portuguesa. Tem cerca de 6,5 mil alunos.  "A Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Federal) lançou vestibular para candidatos TRANSEXUAL (sic), TRAVESTIS, INTERSEXUAIS e pessoas NÃO BINÁRIOS. Com intervenção do MEC, a reitoria se posicionou pela suspensão imediata do edital e sua anulação a posteriori", afirmou o presidente em uma rede social. O edital do vestibular havia sido lançado na última terça-feira (9) com 120 vagas em 19 cursos de graduação nos campi do Ceará e da Bahia. Entre os cursos, estavam administração, agronomia, antropologia, ciências biológicas, enfermagem, história, pedagogia e química. O número de vagas, porém, variava para cada curso. O curso de administração, por exemplo, tinha cinco vagas previstas no Ceará. Já o de agronomia tinha duas previstas. A data de inscrições ia de 15 a 24 de julho. Em nota, o Ministério da Educação informou que, por meio da Procuradoria-Geral da República, questionou a legalidade do processo seletivo Unilab. O MEC alega que a Lei de Cotas não prevê vagas específicas transgêneros e intersexuais. "A universidade não apresentou parecer com base legal para elaboração da política afirmativa de cotas, conforme edital lançado na semana passada. Por esta razão, a Unilab solicitou o cancelamento do certame", informou o ministério da Educação. O objetivo do edital era aumentar a inclusão de transexuais, travestis, pessoas não binárias (que não se identificam totalmente como homem ou como mulher) e intersexuais (que possuem variação de caracteres sexuais incluindo cromossomos, gônadas ou órgãos genitais que dificultam sua identificação como totalmente feminino ou masculino). A criação de vagas para específicas para pessoas trans já vinha sendo adotada em outras universidades, mas seguindo o formato de cotas. No ano passado, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) abriu edital de vestibular com cotas para transexuais, travestis e transgênero. Este ano, Universidade Federal da Bahia, aprovou inclusão de cotas para pessoas trans em seus cursos de mestrado e doutorado. A reportagem não conseguiu contato nesta terça-feira (16) com o reitor da Unilab, Alexandre Cunha Costa.

  • 'Vovó mais sexy do mundo' acusa Instagram de preconceito em relação a idade

    Uma avó acusou o Instagram de ter preconceito com idade depois que a plataforma de mídia social deletou uma de suas postagens.

  • Ex-comentarista da Globo sofre com Alzheimer e é ajudado por Arnaldo Cezar Coelho

    Segundo reportagem do UOL, sem familiares próximos e com problemas financeiros, o amigo Arnaldo Cezar Coelho, com quem já discutiu no ar sobre arbitragem, o ajudou para ir ao Retiro dos Artistas no ano passado

  • Após demissão da Globo, Mauro Naves surge ao lado de Galvão Bueno em viagem de jatinho

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Mauro Naves, 59, parece estar recebendo total apoio dos colegas do esporte da Globo após ter sido demitido da emissora por seu envolvimento nas investigações sobre a denúncia de estupro contra o jogador Neymar. A mulher de Mauro, a atriz Patrícia Naves, publicou neste domingo (14) em seu perfil no Instagram fotos de uma viagem que o casal fez ao lado do locutor Galvão Bueno e sua mulher, Desiree Soares, com direito a jatinho com vinho a bordo. Os dois casais foram até a Bellavista Estate, propriedade onde fica a vinícola de Galvão Bueno, a Bueno Wines, na Campanha Gaúcha, em Candiota, no Rio Grande do Sul. Patrícia Naves, que já fez declarações sobre a grande dor causada na família pela demissão, citou na legenda das fotos trecho da "Canção da América", eternizada na voz de Milton Nascimento: "amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves, dentro do coração". Colocou ainda diversas hashtags para expressar gratidão.  Há quatro dias, o próprio Mauro Naves postou em seu perfil no Instagram a foto de um almoço com o comentarista Casagrande, a quem chamou de "um amigo que fiz pra durar a vida toda" e com quem divide muitas histórias.  Em uma clara referência à sua demissão da emissora após 31 anos, Mauro afirmou que o encontrou o ajudou a revigorar a alma neste momento. A Globo anunciou na semana passada a demissão de Mauro Naves da emissora.  O repórter esportivo estava afastado do canal carioca desde 5 de junho. O motivo foi o fato do repórter ter passado o contato do pai de Neymar a José Edgard Bueno, advogado que trabalhava para Najila Trindade. Ela afirma ter sigo agredida e estuprada pelo jogador do Paris Saint-Germain. Neymar nega, e o caso é investigado pela Polícia Civil. Segundo a própria emissora, o jornalista disse que se limitou a repassar os contatos do pai do Neymar para o advogado, a quem já conhecia, porque esperava obter a história com exclusividade.

  • Luciana Gimenez é questionada sobre 'quem banca seu luxo' e Lucas Jagger responde: 'Ela trabalha, desempregado sou eu'

    Curtindo o verão na Grécia, Luciana Gimenez parece estar incomodando um pouco com seu "escritório na praia

  • Prefeito de NY, que se recusou a receber Bolsonaro, faz reunião com Bruno Covas

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, esteve nesta terça (16) com Bill de Blasio, que comanda a cidade de Nova York. Os dois tiveram uma reunião no gabinete do americano. Segundo pessoas próximas, a conversa girou em torno de temas como mudanças climáticas, migrações, educação e saúde; em especial sobre saúde mental. Nesta seara, Nova York exportou suas experiências para outras grandes cidades, como Londres. Covas aproveitou a oportunidade e convidou Blasio para evento do Banco Mundial em São Paulo, em setembro. O prefeito de NY virou notícia no Brasil ao comandar uma operação de veto a homenagem da Câmara de Comércio ao presidente Jair Bolsonaro no início do ano. Na ocasião, ele disse que Bolsonaro não era bem-vindo na cidade e acusou o presidente de ser “homofóbico com orgulho”. Durante a passagem por NY, Covas fez questão de se distanciar de Bolsonaro, defendendo posições diferentes das do presidente, por exemplo, no que diz respeito ao Acordo de Paris.

  • Yahoo Vida e Estilo

    Nostalgia! 20 objetos que quem cresceu nos anos 2000 amava

    Parece que a virada do milênio foi ontem, mas já se foram quase 20 anos desde que entramos nos anos 2000. Gente, estamos velhos! A década foi marcada pelo avanço da tecnologia, itens colecionáveis, muita cor... Que saudade!Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!Quem cresceu na época vai se lembrar com carinho de algumas coisas que faziam parte do dia a dia. Qual menina nunca teve um batom de morango? E os mini chaveiros em formato de garrafa de Coca-Cola? Colecionar tazos também era muito divertido!Leia tambémWhindersson Nunes e Mariah Carey zeraram o 'desafio da tampa de garrafa' e a internet pirouInternet enxerga o rosto de Bolsonaro no joelho de jovem em praiaXuxa, Wesley Safadão, Whindersson Nunes e mais famosos no meme do envelhecimentoVamos entrar nessa vibe nostálgica! Na galeria acima, você confere 20 objetos que vão brilhar os olhos de quem cresceu nesse tempo.