Hummm... a página que você está procurando não está aqui. Tente a busca acima.
  • Ivete Sangalo faz elogio à própria boa forma: 'Tenho corpão ou não tenho?'

    Cantora publicou vídeos descontraídos após sessão de massagem e botou o corpão pra dançar 'Flash Pose', de Pabllo Vittar.

  • Polícia não descarta envolvimento de Flordelis no assassinato do marido pastor

    RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A possibilidade de a deputada Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ), 58, estar envolvida no assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, 42, em junho, não foi descartada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. A delegada responsável pelo caso, Bárbara Lomba, disse nesta quinta-feira (15) que, se a investigação continua mesmo após dois filhos do casal terem sido indiciados pela morte do pai, isso significa que a polícia ainda avalia que há outros envolvidos no crime. Na quarta (14), Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos de Souza foram oficialmente acusados pelo homicídio, que ocorreu em junho, na casa onde Flordelis e Anderson viviam com 35 dos 55 filhos (51 deles adotivos), em Niterói. "Como nós sabemos, tem identificações de que há possivelmente outros indivíduos" envolvidos no assassinato, disse Lomba em entrevista a jornalistas na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo. A tese da polícia é a de que "a motivação não foi individual", ou seja, não foi algo tramado apenas pelos irmãos Flávio e Lucas. É preciso investigar "a motivação final de quem tinha interesse no homicídio além dos indiciados iniciais", afirma a delegada. A investigação entrará em sua segunda etapa e está sob sigilo, segundo Lomba. Por isso, não é possível cravar se Flordelis é ou não alvo dela. O que dá para dizer é que, se os investigadores não fecharam o caso, é porque ainda acham que há pontas soltas nele. Lomba afirmou que a principal linha de investigação aponta que o crime foi cometido "por razões financeiras", ligadas à "administração de bens". Flordelis e Anderson mantinham uma congregação evangélica com o nome dela, Ministério Flordelis, com duas igrejas em Niterói e outra em São Gonçalo. Logo após o potencial parricídio, Flávio, que é filho biológico de Flordelis (mas não de Anderson), confessou à polícia ter atirado no padrasto, mas sua defesa diz que o depoimento não é válido porque não foi acompanhado. Lucas, filho adotivo, teria comprado a arma do crime. Os dois estão presos. O laudo do Instituto Médico Legal constatou 30 perfurações no corpo do pastor, nove delas na região de coxas e virilha.

  • Filha de Sylvester Stallone conta que pai a jogou em mar com tubarões na adolescência

    Atriz compõe o elenco de 'Medo Profundo: O Segundo Ataque', que mostra os animais em alto mar

  • Torcedores do PSG comentam situação de Neymar: "Quanto mais rápido for embora, melhor"

    Jogador é "dramático" e não "merece mais" estar no clube, diz torcida.

  • Prestes a entrar no PSDB, Frota chamou o partido de sujo e corrupto em vídeo

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deputado federal Alexandre Frota, que será filiado ao PSDB nesta tarde de sexta (16), chamou o partido de sujo e corrupto em vídeo gravado antes da campanha eleitoral de 2018. No vídeo, Frota critica duramente o então pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB) por sua aliança com partidos do centrão. Diz que o tucano "está de quatro" e outras referências. Afirma que o PSDB e o PT são igualmente corruptos, é que a sigla tucana é "suja como a bunda do PT". Frota era pré-candidato pelo PSL de Jair Bolsonaro, partido que o expulsou nesta semana. O vídeo está circulando entre lideranças tucanas, que criticam a filiação de Frota, apadrinhada pelo governador João Doria (PSDB), desafeto de Alckmin. Alguns desses tucanos estudam entrar com uma representação contra a filiação do deputado. Frota se reuniu com dirigente do PSDB até as 23 horas de quinta (15) e decidiu entrar na legenda. O anúncio será feito nesta sexta, ao lado de Doria. Vão participar dele ainda o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, e o líder da bancada da agremiação na Câmara dos Deputados, Carlos Sampaio. Numa entrevista à Folha de S.Paulo, ele afirma que Bolsonaro é um "idiota ingrato que nada sabe", afirma que a cadeira de presidente ficou grande para ele e que o atual governante do país "se lambuzou com o mel da Presidência".

  • Fernandinho Beira-Mar se forma em teologia e analisa Jesus em dissertação

    Aprovado com nota 9, o texto de sua dissertação será transformado em livro e vendido na internet

  • "Não precisamos mais viver escondidas", diz Valentina Sampaio, primeira trans da Victoria's Secret

    A modelo brasileira explicou que a moda tem dado passos em diversidade e que a base da mudança está no respeito.