Assunto

Agronegócio no Brasil | Últimas notícias

Cooperado da Cooxupé já vendeu 80% da safra 2020 de café; seca impactará 2021

  • SÃO PAULO (Reuters) - Encerrando a colheita de café 2020, produtores associados à Cooxupé já comercializaram 80% da safra, um patamar histórico para esta época, impulsionados por altos preços em reais devido ao câmbio.Mas eles temem pela produção em 2021, devido a uma prolongada seca, disse o presidente da maior cooperativa de cafeicultores do mundo nesta quinta-feira.

Vídeos: Agronegócio

Ajuda dos porcos

SHOTLIST PANAMÁ, PANAMÁ17 DE SETEMBRO DE 2020FONTE: AFPTV 1. Plano geral Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries2. Primeiro plano vital signs monitor3. Primeiro plano vital signs monitor4. Plano geral Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries5. Plano geral Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries6. Primeiro plano pig hooked to the ventilator 7. SONORA 1 - Jose Manuel Trujillo, specialist in critical medicine and intensive care (homem, Spanish, 17 seg.): "We put the pig on the ventilator, on the prototype, to see if the prototype can sustain and maintain blood gases with certain values, which is what gives us the validation of the equipment itself." "El cerdito lo colocamos al ventilador, al prototipo, para ver si con el prototipo se puede sostener y se puede mantener con unos valores los gases en sangre que es lo que nos da a nosotros la validación del propio equipo." 8. Plano médio Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries9. Primeiro plano pig hooked to the ventilator 10. Plano geral pig hooked to the ventilator 11. Plano médio ultrasound machine12. Primeiro plano veterinarian draws blood from pig 13. SONORA 2 - Juan Tapia, veterinarian (homem, Spanish, 19 seg.): "Once the tests are finished the animal is discarded, it has to be euthanized, since it cannot be returned to a commercial place for its commercialization as meat because it has obviously gone through an investigation process." "Una vez terminadas las pruebas lo que hacemos es que el animal se descarta, se tiene que eutanasiar, ya que el mismo no puede ser regresado a un lugar comercial para su comercialización como carne porque obviamente ha pasado por un proceso de investigación." 14. Plano médio Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries15. Primeiro plano ultrasound is performed on pig16. Plano geral Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries17. Primeiro plano Panama's veterinarians and intensive care physicians test a ventilator prototype on a pig with lung injuries18. Primeiro plano pig's hoof
  • 01:50
  • 01:06
  • 01:07
  • 02:23
  • 02:34
  • 01:05
  • 02:19
  • 01:34
  • 01:07
  • 02:16
  • Reuters

    De olho no voto agrícola, Trump age para atender pedidos da indústria do etanol

    NOVA YORK (Reuters) - Em uma tentativa de assegurar o apoio do cinturão agrícola dos Estados Unidos em sua acirrada disputa pela reeleição, o presidente Donald Trump está tomando medidas para ajudar os produtores de etanol de milho do país, tendo como base uma lista de objetivos políticos apresentados por senadores do Meio-Oeste há um ano, segundo duas fontes familiarizadas com o tema.Em 12 de setembro de 2019, Trump se reuniu com os senadores, que estavam frustrados com a condução da política de biocombustíveis norte-americana pelo governo.

  • Reuters

    Cooperado da Cooxupé já vendeu 80% da safra 2020 de café; seca impactará 2021

    SÃO PAULO (Reuters) - Encerrando a colheita de café 2020, produtores associados à Cooxupé já comercializaram 80% da safra, um patamar histórico para esta época, impulsionados por altos preços em reais devido ao câmbio.Mas eles temem pela produção em 2021, devido a uma prolongada seca, disse o presidente da maior cooperativa de cafeicultores do mundo nesta quinta-feira.

  • Reuters

    Paraná reduz projeções para safras de cereais 2019/20; mantém soja 2020/21

    SÃO PAULO (Reuters) - A produção de trigo do Paraná deve alcançar 3,32 milhões de toneladas em 2020, estimou o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta quinta-feira, com leve queda ante os 3,47 milhões de toneladas projetados no fim do mês passado na esteira de adversidades climáticas ocorridas desde agosto."Houve tanto o problema das geadas em agosto, quanto da seca em setembro", disse o analista do Deral Carlos Hugo Godinho sobre os fatores que motivaram o ajuste na projeção para o trigo.

  • Reuters

    Vendas quinzenais de etanol do CS sobem pela 1ª vez na safra, diz Unica

    SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de etanol pelas unidades produtoras do centro-sul do Brasil na primeira parte de setembro cresceram ligeiramente com impulso de fortes exportações, superando pela primeira vez na safra 2020/21 o total comercializado em uma quinzena na comparação com o mesmo período do ano anterior.A comercialização pelas usinas somou 1,337 bilhão de litros, ante 1,333 bilhão de litros registrados na primeira quinzena de setembro de 2019, também por conta de uma demanda maior pelo etanol anidro, misturado à gasolina na proporção de 27,5% no Brasil.

  • Reuters

    IGC reduz previsão para safra global de milho em 2020/21

    LONDRES (Reuters) - O Conselho Internacional de Grãos (IGC) reduziu nesta quinta-feira sua previsão para a produção global de milho na safra 2020/21, refletindo em parte uma menor perspectiva para a produção nos Estados Unidos.Em atualização mensal, o órgão intergovernamental reduziu sua previsão de safra global de milho em 6 milhões de toneladas, para um número ainda recorde de 1,16 bilhão de toneladas.

  • Reuters

    Pecuarista lidera intenção de investir em tecnologia entre produtores do Brasil, diz INA

    SÃO PAULO (Reuters) - Entre 30 tipos de produtores rurais brasileiros, pecuaristas apareceram como os mais interessados em investir em novas tecnologias para ampliar a produtividade, e mais de 50% dos criadores de gado elencaram a busca do aumento de arrobas por hectare como prioridade, de acordo com estudo realizado pela empresa de pesquisa Inteligência no Agro (INA).O levantamento ao qual a Reuters teve acesso, feito em julho com quase 500 produtores rurais em todos os Estados do país, indicou que aproximadamente 7% dos entrevistados apontaram como prioridade o investimento em novas tecnologias nos próximos 12 meses.

  • Reuters

    Incêndios em canaviais podem afetar próxima safra do Brasil, diz Unica

    SÃO PAULO/NOVA YORK (Reuters) - A sequência de incêndios que atinge canaviais do centro-sul do Brasil não deve alterar as perspectivas para a produção de açúcar da atual temporada, mas pode prejudicar a próxima safra, disse nesta quarta-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), citando também uma seca prolongada.Operadores e analistas têm citado os incêndios e o tempo excessivamente seco no Brasil como um dos fatores de suporte aos preços do açúcar negociado em Nova York, que subiram nas últimas sessões.

  • Reuters

    China prevê safra abundante de grãos em meio a condições positivas para cultivo

    PEQUIM (Reuters) - A China deverá registrar nas próximas semanas uma colheita abundante de grãos, impulsionada pelas boas condições de cultivo e por um aumento nas áreas de plantio, disse o ministro da Agricultura e Assuntos Rurais do país, Han Changfu, em um comunicado nesta quarta-feira.Os comentários foram feitos após preocupações de que recentes tufões pudessem reduzir a produção de milho, que já possui oferta apertada.

  • Folhapress

    Alimentos pressionam e prévia da inflação tem maior alta em setembro desde 2012

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pressionada pelo preço dos alimentos, a prévia da inflação oficial brasileira registrou em setembro sua maior alta desde 2012. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15) acelerou para 0,45% no mês, após alta de 0,23% em agosto. O resultado ficou acima da expectativa dos economistas, que era de uma alta de 0,39% para o indicador em setembro, segundo a média das projeções colhidas pela Bloomberg. No ano, a inflação acumulada é de 1,35%. No acumulado de 12 meses até setembro, o índice também acelerou para alta de 2,65%, vindo de 2,28% em agosto. Ainda assim, o IPCA-15 acumulado em 12 meses segue bem abaixo da meta de inflação estabelecida pelo governo para 2020, que é de 4%. Mas voltou a superar o piso da meta (2,5%), o que não acontecia desde abril. A maior variação (1,48%) e o maior impacto (0,30 ponto percentual) no índice vieram do grupo de alimentação e bebidas, que acelerou em relação ao resultado de agosto (0,34%). Os alimentos consumidos em domicílio subiram 1,96% na prévia da inflação de setembro, ante 0,61% em agosto. A maior contribuição (0,09 p.p.) veio das carnes, com alta de 3,42%. Já a maior variação foi a do tomate (22,53%), ante queda de 4,20% no mês anterior. O óleo de soja (20,33%), o arroz (9,96%) e o leite longa vida (5,59%) também subiram. Com isso, os três itens acumulam no ano altas de 34,94%, 28,05% e 27,33%, respectivamente. Os transportes tiveram a segunda maior variação em setembro, de 0,83%, puxada pela gasolina, que subiu 3,19%, na terceira alta consecutiva. O óleo diesel (2,93%) e o etanol (1,98%) também apresentaram alta. Muito demandados em meio à pandemia, com as pessoas ficando mais em casa, os artigos de residência registraram aumento de 0,79%, com avanço nos preços de TV, som e informática (2,04%) e eletrodomésticos e equipamentos (0,66%). Os preços do computador pessoal, subiram 17,99% de janeiro a setembro deste ano. Por outro lado, houve uma forte deflação nos planos de saúde (-2,31%) em setembro, com a decisão da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) de suspender os reajustes de preços até o fim de 2020. "Normalmente, o reajuste ocorre em julho e é retroativo a maio. Com a suspensão, todo o fator apropriado antecipadamente em maio, junho, julho e agosto, referente ao reajuste que seria anunciado em julho, foi descontado no IPCA-15 de setembro", explicou o IBGE em comunicado. Ainda na ponta negativa, os preços dos itens de vestuário continuaram em queda (-0,27%), embora o recuo tenha sido menos intenso que o observado nos meses de julho (-0,91%) e agosto (-0,63%). A alta do preço dos alimentos, em meio a um aumento das exportações devido ao real desvalorizado e demanda internacional aquecida, tem sido fator de preocupação para o governo. No início do mês, foi zerado o imposto de importação para 400 mil toneladas de arroz, numa tentativa de conter a carestia do cereal. Antes disso, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu “patriotismo” aos donos de supermercado para evitar uma alta de preços maior de itens da cesta básica. Economistas ouvidos pelo Banco Central para a elaboração do Boletim Focus voltaram a elevar nesta semana suas projeções para a inflação de 2020, de 1,94% para 1,99%. Foi a sexta semana seguida de aumento na projeção. Para 2021, a expectativa é que o indicador feche o ano em 3,01%.

  • Bloomberg

    Rivais de EUA se beneficiam de impasse da soja na Argentina

    (Bloomberg) -- O aumento dos controles cambiais na Argentina tem impacto generalizado, desde a dívida corporativa até planos de assinatura da Netflix. Mas há beneficiários inesperados: esmagadores de soja dos Estados Unidos.O banco central tenta impedir a queda das reservas em moeda forte com a restrição ao acesso a dólares. Ao mesmo tempo, as autoridades permitiram a proliferação de múltiplas taxas de câmbio, sendo que a taxa oficial controlada é muito mais forte do que as outras.Nesse cenário, produtores de soja devem segurar a produção com a aposta na queda da taxa oficial e expectativa de receber mais pesos pelos grãos cotados em dólares. É um impasse que deve privar a gigantesca indústria de esmagamento argentina de matéria-prima, o que deve direcionar compradores de farelo e óleo de soja para processadoras americanas.“A Argentina tem alguns desafios com os agricultores segurando a safra de soja como proteção contra a desvalorização da moeda”, disse o diretor financeiro da ADM, Ray Young, em conferência neste mês. “E assim o comprador global de farelo virá para os Estados Unidos no quarto trimestre.”A soja mostra forte recuperação nas últimas semanas e é negociada perto do maior nível em mais de dois anos. Mas não é o suficiente em pesos para agricultores que ainda irão vender ou precificar contratos para 52% da safra encerrada em junho.Para a próxima safra - que ainda não foi plantada e começa a ser colhida no fim de março -, foram vendidos menos de meio milhão de toneladas até 16 de setembro, ou cerca de 1% da produção prevista. Na mesma fase do ano passado, a proporção era de 4,6%.“Houve muito poucas vendas nos últimos meses, e a nova temporada está lenta”, disse Agustín Tejeda, economista-chefe da Bolsa de Grãos de Buenos Aires. “O incentivo de preço existe, mas a taxa de câmbio está segurando os agricultores.”A oferta apertada é uma má notícia para esmagadores de sementes oleaginosas na Argentina - como Glencore, Bunge e Cargill -, cujas unidades de exportação se localizam ao longo do Rio Paraná. O processamento de soja provavelmente diminuirá em 3 milhões de toneladas na temporada 2020-21, enquanto as exportações líquidas deverão cair em 4 milhões de toneladas, de acordo com a consultoria Oil World, de Hamburgo.For more articles like this, please visit us at bloomberg.comSubscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.©2020 Bloomberg L.P.

COMPARTILHE ESTA PÁGINA