Assunto

Bolsa de Valores | Últimas notícias da B3 Bovespa

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários de NIS de final 9

  • A Caixa Econômica Federal paga hoje (28) a parcela de janeiro do Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 9. O valor mínimo corresponde a R$ 600. Embora o calendário oficial preveja o pagamento apenas na segunda-feira (30), a Caixa antecipa o depósito para o sábado anterior no aplicativo Caixa Tem. Notícias relacionadas:Banco Central corrige dados cambiais e país fecha 2022 no negativo.Cerca de 40% das negociações salariais não cobriram a inflação em 2022.Con

Vídeo: Mercado e Economia

Crescimento de 2,1% na economia em 2022 não afasta risco de recessão nos EUA

A economia dos Estados Unidos encerrou 2022 com um crescimento de 2,1%, sustentada pelo consumo da população apesar da queda do poder aquisitivo em um contexto de inflação, e agora a dúvida é se a maior potência mundial entrará em recessão em 2023.Os dados oficiais divulgados na terça-feira (24) mostraram que o Produto Interno Bruto (PIB) se expandiu 2,1% em 2022, na comparação com o ano anterior.Em 2021, de acordo com o Departamento do Comércio, o país teve a maior expansão econômica anual desde 1984, chegando a 5,9%. Não se pode negligenciar um efeito estatístico neste caso, já que a base de comparação foi o ano de 2020, quando a pandemia da covid-19 provocou a maior retração do PIB desde 1946 (-3,5%) e dois meses de recessão. No quarto trimestre do ano passado, a economia americana cresceu 2,9% na projeção anual, medida utilizada nos Estados Unidos que projeta o crescimento para 12 meses com base nas condições vigentes no momento da medição. Em outros países, compara-se apenas o crescimento trimestre sobre trimestre, com dados dessazonalizados. Se essa fórmula fosse aplicada, a expansão seria de 0,7%.O PIB teve um desempenho melhor do que o esperado, resumiu Rubeela Farooqi, economista-chefe da HFE. O PIB dos Estados Unidos já havia se recuperado na projeção anual no terceiro trimestre (3,2%), após dois trimestres de retração. Embora, tecnicamente, alguns considerem dois trimestres de declínio como uma recessão, muitos, do governo a diferentes economistas, também levam em consideração a solidez do mercado de trabalho, entre outros fatores, afirmando que não houve recessão nos Estados Unidos no ano passado. - "Fragilidades" -Motor do crescimento dos Estados Unidos, o consumo se manteve sólido no final de 2022, apesar dos aumentos das taxas de juros decididos pelo Federal Reserve (Fed, Banco Central americano) para tentar esfriar a economia e aliviar a pressão inflacionária. Elevar as taxas significa encarecer o crédito e, portanto, o consumo e o investimento. Embora tenha havido consumo, "no final do quarto trimestre" de 2022 "vimos fragilidades no nível econômico", disse à AFP o economista-chefe da EY Parthenon, Gregory Daco, citando, em particular, as vendas no varejo e a produção industrial. Além disso, “o mercado de trabalho, relativamente sólido, está enfraquecendo”, acrescentou. Os consumidores sentem a erosão de seu poder de compra pela inflação e pelo aumento do custo do crédito. Mas, mesmo com o crédito mais caro, os pedidos de bens duráveis – que incluem grandes compras de empresas – subiram sensivelmente em dezembro (5,6%), em relação a novembro. E o fenômeno da dificuldade de contratação persiste nas empresas em geral, ainda que alguns setores – como o de tecnologia, que incorporou pessoal maciçamente durante a pandemia – tenham demitido milhares de pessoas nas últimas semanas. - 2023, ano de incertezas -O espectro de uma recessão em 2023 é evocado por muitos, que se perguntam se a economia vai se expandir, ou não. “A economia dos EUA vai sofrer uma leve recessão em 2023, impulsionada pela política monetária restritiva do Fed”, antecipa Ryan Sweet, economista-chefe da Oxford Economics, em uma nota de análise, na qual prevê uma contração no segundo trimestre. "No momento, os indicadores econômicos indicam mais uma recessão, que teria começado a se delinear no início do ano, já em dezembro-janeiro" e, talvez, com a destruição de postos de trabalho desde janeiro, observa Daco. Daco reconhece que o fator particular e único deste ciclo talvez recessivo é a força do mercado de trabalho, com desemprego em 3,5%, um mínimo histórico."É o elemento-chave que sustenta o consumo (...), pilar da economia americana", acrescentou. Com esses dados, muitos economistas acreditam que o crescimento vai continuar. “O principal escudo que todos mencionam é o mercado de trabalho”, o qual, somado às economias acumuladas durante a pandemia – quando os gastos baixaram e houve milhões de dólares em ajuda federal para as famílias –, permite que os americanos continuem consumindo, destacou Matt Colyar, economista da Moody's.bys-jul/clc/mr/yow/tt/mvv
  • 01:02
  • 01:31
  • 01:25
  • 01:31
  • 00:46
  • 01:14
  • 01:36
  • 01:26
  • 02:18
  • 02:58
  • Agência Brasil

    Caixa paga Bolsa Família a beneficiários de NIS de final 9

    A Caixa Econômica Federal paga hoje (28) a parcela de janeiro do Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 9. O valor mínimo corresponde a R$ 600. Embora o calendário oficial preveja o pagamento apenas na segunda-feira (30), a Caixa antecipa o depósito para o sábado anterior no aplicativo Caixa Tem. Notícias relacionadas:Banco Central corrige dados cambiais e país fecha 2022 no negativo.Cerca de 40% das negociações salariais não cobriram a inflação em 2022.Con

    Agradecemos seu feedback!
  • Folhapress

    Números do mercado financeiro

    DÓLAR compra/venda Câmbio livre BC - R$ 5,0761 / R$ 5,0767 ** Câmbio livre mercado - R$ 5,1110 / R$ 5,1130 * Turismo - R$ 5,2300 / R$ 5,3170 (*) cotação média do mercado (**) cotação do Banco Central Variação do câmbio livre mercado no dia: +0,74% OURO BM&F R$ 312,00 BOLSAS B3 (Ibovespa) Variação: -1,63% Pontos: 112.316 Volume financeiro: R$ 21,963 bilhões Maiores altas: Magazine Luiza ON (5,84%), CVC Brasil ON (5,76%), HAPVida ON (3,60%) Maiores baixas: BRF SA ON (-5,24%), MRV ON (-3,67%), São

    Agradecemos seu feedback!
  • Folhapress

    Bolsa fecha em queda refletindo preocupação com Petrobras e balanço dos bancos

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa encerrou esta sexta-feira (27) em queda, puxada pelo desempenho de Petrobras e dos bancos, refletindo a preocupação de investidores com eventuais intervenções na Petrobras e com o impacto do escândalo contábil das Americanas no balanço das instituições financeiras. Já o dólar encerrou o último pregão da semana em alta, após quatro dias consecutivos de queda. O Ibovespa recuou 1,63%, aos 112.316 pontos. O dólar comercial à vista fechou com alta de 0,74% ante o

    Agradecemos seu feedback!
  • Reuters

    Ibovespa recua em dia de correção, mas assegura sinal positivo na semana

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira, em meio a movimentos de realização de lucros, mais assegurou o terceiro ganho semanal consecutivo, apoiado no fluxo de capital externo para ações brasileiras. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 1,63%, a 112.

    Agradecemos seu feedback!
  • Yahoo Finanças

    Ações do BuzzFeed sobem 200% após anúncio de uso do ChatGPT

    O relatório divulgado na quinta afirmou também que a Meta irá pagar milhões de dólares para que a BuzzFeed dedique mais criadores exclusivamente para o Facebook e para o Instagram

    Agradecemos seu feedback!
  • Reuters

    Ações europeias fecham em alta, com foco passando para reuniões de BCs

    (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta sexta-feira, com os investidores avaliando balanços mistos da região, enquanto a redução da inflação nos Estados Unidos ajudou no sentimento antes de uma semana de importantes decisões de bancos centrais. O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,26%, a 455,17 pontos, subindo pelo segundo dia consecutivo e registrando ganhos semanais.

    Agradecemos seu feedback!
  • Reuters

    Ibovespa recua mas deve marcar 3º ganho semanal com ajuda de estrangeiros

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa recuava nesta sexta-feira, com a ação da Cielo entre as maiores quedas mesmo após resultado robusto no quarto trimestre, mas caminha para o terceiro ganho semanal seguido, apoiado no fluxo de capital externo para as ações brasileiras. Às 11:33, o Ibovespa caía 1,18%, a 112.

    Agradecemos seu feedback!
  • Canaltech

    Mercado de celulares despenca e tem recorde negativo em vendas

    Consumidores priorizam compras essenciais do dia a dia e venda de smartphones tem pior desempenho desde 2013, com queda de 11% em relação ao ano anterior

    Agradecemos seu feedback!
  • Agência Brasil

    Índice de Confiança da Indústria recua 0,2 ponto em janeiro, diz FGV

    O Índice de Confiança da Indústria (ICI), calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), registrou queda de 0,2 ponto em janeiro e se manteve relativamente estável ao passar para 93,1 pontos. Em médias móveis trimestrais, o recuo é de 0,9 ponto, o pior resultado desde agosto de 2020, quando alcançou 88,7 pontos. No mês, 11 dos 19 segmentos industriais monitorados pela Sondagem registraram avanço da confiança. O Índice Situação Atual (ISA) recuou 0,7 ponto

    Agradecemos seu feedback!
  • Folhapress

    Conheça oportunidades e riscos de investimentos no mercado imobiliário em 2023

    CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Com a Selic (taxa básica de juros da economia) a 13,75%, os investimentos em renda fixa ficam mais atraentes. Contudo, o efeito contrário pode ocorrer no mercado de imóveis. "Com o aumento da inflação, o imóvel se torna mais caro, a prestação se torna mais cara, e temos financiamentos que são atrelados à inflação", diz Léo Rosenbaum, sócio-diretor da Rosenbaum Advogados. "Os bancos que cobravam uma taxa de financiamento por volta de 7%, agora cobram cerca de 10%, e is

    Agradecemos seu feedback!

Mais Assuntos em alta

Visualizar mais Assuntos em alta