Assunto

Espírito Santo ES | Últimas notícias do estado e Vitória

  • Yahoo Notícias

    MP irá apurar caso de enfermeira que fez vídeo debochando de vacina contra Covid-19 no ES

    Ela pode até perder o registro profissional, segundo Conselho Regional de Enfermagem (Coren-ES)

  • Folhapress

    Enfermeira diz que tomou vacina só para viajar e vira alvo de investigação no Espírito Santo

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A enfermeira Nathanna Faria Ceschim virou alvo de investigação por parte do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, no Espírito Santo, onde ela trabalha, após ter sido imunizada com a Coronavac e gravar vídeos debochando da vacina, dizendo que não acredita em sua eficácia e que só a tomou para poder viajar. Ela também publicou vídeos em que aparece sem máscara no hospital e foi denunciada ao conselho regional de enfermagem. Nathanna atua na linha de frente no combate ao coronavírus e recebeu dose da Coronavac na terça-feira (19) no hospital. Nesta sexta-feira (22), publicou em suas redes sociais um vídeo em que diz que tomou a vacina porque quer viajar, mas que não acredita em sua eficácia. "Tomei por conta que quero viajar, e não para me sentir mais segura. Uma vacina que dá 50% de segurança para mim não é uma vacina. Tomei foi água", diz Nathanna. A Coronavac não tem 50% de segurança, mas 50,38% de eficácia geral, para todos os casos. Além disso, ela tem 77,96% de eficácia contra manifestação de sintomas e 100% contra casos graves da doença —ainda que nesses casos o Butantan não considere os números significativos para fins estatísticos. Em nota, o Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitoria afirma que "em hipótese alguma compactua com este tipo de pensamento e que em toda a sua história sempre defendeu e esteve ao lado da ciência, e não seria agora que mudaria sua postura, em um momento tão difícil". "Acreditamos na vacina e esperamos que, em breve, não só os funcionários, mas toda a sociedade possa ser imunizada", continua. Ao tratar do vídeo que a enfermeira gravou sem máscara no hospital, a Santa Casa afirma que se trata de prática proibida e que isso é de conhecimento de todos os funcionários desde o início da pandemia. "O hospital abriu uma investigação para apurar a conduta da funcionária e irá tomar as medidas que forem necessárias para garantir a segurança de seus pacientes e a manutenção das normas e condutas fundamentais para o bom atendimento assistencial."

  • Folhapress

    BBB 21: Arthur, ex-Mister Espírito Santo, já foi jogador de futebol e trabalhou na roça

    O atleta se inscreve para o BBB desde a 16ª edição, mas acha que não estava tão preparado para encarar o reality nos anos anteriores

  • Extra

    SarsCoV-2 já circulava no Espírito Santo em dezembro de 2019, indica estudo

    RIO — Um estudo com pacientes testados para arboviroses no Espírito Santo identificou anticorpos...

  • Yahoo Notícias

    Estudo identifica infecção pelo novo coronavírus no Espírito Santo antes do primeiro caso na China

    Amostra analisada que apresentou resultado positivo tinha data de 18 de dezembro de 2019, pouco mais de 10 dias antes do primeiro caso oficial na China

  • Extra

    Morre cadela Bala, que atuou em Brumadinho e foi o primeiro cão dos bombeiros do ES

    O primeiro cão especializado em missões de resgate e salvamento do Corpo de Bombeiros Militar do...

  • Yahoo Notícias

    Mulher de 26 anos desaparece no Espírito Santo após sair para encontrar amiga

    A garota tem uma filha de cinco anos, que, de acordo com o pai da desaparecida, está desesperada pelo retorno da mãe

  • O Globo

    Polícia procura suspeito de matar Wellington Viana, filho do ex-prefeito de Maricá

    De acordo com as investigações, Sebastião Martins, de 41 anos, teria assassinado a vítima por vingança

  • Yahoo Notícias

    Menino de 14 anos nada por 4h30 para não morrer afogado no Espírito Santo

    O garoto decidiu dar um mergulho após a pescaria, mas logo perdeu contato com o barco em que estava.

  • Yahoo Notícias

    Quilombolas do Espírito Santo denunciam invasão de empresa de papel para exploração de eucalipto

    Moradores relatam ainda escassez de água em decorrência da monocultura na região; Suzano é uma das maiores empresas do setor no mundo e não se posicionou sobre a denúncia