Assunto

Goiás Esporte Clube | Últimas notícias sobre campeonatos e jogos

  • Folhapress

    A tabela do Campeonato Brasileiro de 2020

    Posição - Time - Pontos - Jogos - Vitórias - Empates - Derrotas - Gols pró - Gols contra - Saldo 1 - Internacional - 62 - 32 - 18 - 8 - 6 - 55 - 30 - 25 2 - São Paulo - 58 - 32 - 16 - 10 - 6 - 52 - 34 - 18 3 - Flamengo - 55 - 31 - 16 - 7 - 8 - 53 - 41 - 12 4 - Atlético-MG - 54 - 31 - 16 - 6 - 9 - 54 - 41 - 13 5 - Palmeiras - 51 - 31 - 14 - 9 - 8 - 44 - 30 - 14 6 - Grêmio - 51 - 31 - 12 - 15 - 4 - 40 - 27 - 13 7 - Fluminense - 50 - 32 - 14 - 8 - 10 - 45 - 40 - 5 8 - Ceará - 45 - 32 - 12 - 9 - 11 - 47 - 42 - 5 9 - Corinthians - 45 - 31 - 12 - 9 - 10 - 38 - 36 - 2 10 - Santos - 45 - 31 - 12 - 9 - 10 - 44 - 42 - 2 11 - Bragantino - 44 - 32 - 11 - 11 - 10 - 45 - 37 - 8 12 - Athletico-PR - 42 - 32 - 12 - 6 - 14 - 29 - 31 - (-2) 13 - Atlético-GO - 42 - 32 - 10 - 12 - 10 - 32 - 37 - (-5) 14 - Sport - 35 - 32 - 10 - 5 - 17 - 26 - 41 - (-15) 15 - Vasco - 35 - 31 - 9 - 8 - 14 - 33 - 46 - (-13) 16 - Fortaleza - 35 - 32 - 8 - 11 - 13 - 28 - 32 - (-4) 17 - Bahia - 32 - 31 - 9 - 5 - 17 - 36 - 53 - (-17) 18 - Goiás - 29 - 32 - 7 - 8 - 17 - 33 - 54 - (-21) 19 - Coritiba - 27 - 32 - 6 - 9 - 17 - 27 - 43 - (-16) 20 - Botafogo - 23 - 32 - 4 - 11 - 17 - 27 - 51 - (-24) 33ª RODADA 31/01 Vasco x Bahia Coritiba x Grêmio Atlético-GO x São Paulo Atlético-MG x Fortaleza Internacional x RB Bragantino Ceará x Athletico-PR Fluminense x Goiás 01/02 Sport x Flamengo 02/02 Palmeiras x Botafogo 17/02 Santos x Corinthians 32ª RODADA 23/01 São Paulo 1x1 Coritiba Vasco 3x2 Atlético-MG 24/01 Palmeiras 1x2 Ceará Atlético-PR 2x1 Flamengo Internacional 2x1 Grêmio Atlético-GO 2x0 Fortaleza Sport Recife 2x0 Bahia Santos 3x4 Goiás Fluminense 2x0 Botafogo 25/01 Corinthians 0x2 Bragantino 31ª RODADA 20/01 Botafogo 1x3 Atlético-GO Bahia 1x0 Athletico-PR Grêmio 1x1 Atlético-MG Coritiba 3x3 Fluminense São Paulo 1x5 Internacional Bragantino 4x1 Vasco 21/01 Flamengo 2x0 Palmeiras Fortaleza 2x0 Santos Goiás 0x4 Ceará Corinthians 3x0 Sport 30ª RODADA 15/01 Palmeiras 1x1 Grêmio 16/01 Fluminense 1x0 Sport Vascos 0x1 Coritiba 17/01 Santos 2x1 Botafogo Athletico-PR 1x1 São Paulo Atlético-MG 3x1 Atlético-GO Internacional 4x2 Fortaleza Ceará 1x2 Bragantino 18/01 Goiás 0x3 Flamengo 28ª RODADA 18/01 Palmeiras 4x0 Corinthians 29ª RODADA 09/01 Coritiba 0x0 Athletico-PR Sport 0x1 Palmeiras Fortaleza 0x0 Grêmio 10/01 Flamengo 0x2 Ceará São Paulo 0x1 Santos Internacional 1x0 Goiás Atlético-GO 1x1 Bahia Vasco 3x0 Botafogo 11/01 Bragantino 2x2 Atlético-MG 13/01 Corinthians 5x0 Fluminense 28ª RODADA 06/01 Botafogo 0x2 Athletico-PR Grêmio 2x1 Bahia Sport 1x0 Fortaleza Coritiba 1x2 Goiás Flamengo 1x2 Fluminense Red Bull Bragantino 4x2 São Paulo 07/01 Ceará 0x2 Internacional Atlético-GO 0x0 Vasco 18/01 Palmeiras x Corinthians 27/01 Atlético-MG x Santos 27ª RODADA 26/12 Atlético-MG 2x0 Coritiba Fortaleza 0x0 Flamengo Goiás 1x0 Sport Fluminense 1x2 São Paulo 27/12 Santos 1x1 Ceará Botafogo 0x2 Corinthians Bahia 1x2 Internacional Athletico-PR 3x0 Vasco Palmeiras 1x0 Red Bull Bragantino Grêmio 2x1 Atlético-GO 26ª RODADA 16/12 São Paulo 3x0 Atlético-MG Atlético-GO 2x1 Fluminense 19/12 Sport 1x1 Grêmio Internacional 2x0 Palmeiras Coritiba 1x2 Botafogo 20/12 Vasco 1x0 Santos Bragantino 0x1 Athletico-PR Flamengo 4x3 Bahia Fortaleza 0x2 Ceará 21/12 Corinthians 2x1 Goiás 25ª RODADA 12/12 Bragantino 2x1 Fortaleza Athletico-PR 0x1 Atlético-MG Palmeiras 3x0 Bahia Internacional 2x1 Botafogo Ceará 1x2 Atlético-GO Goiás 0x0 Grêmio 13/12 Flamengo 4x1 Santos Corinthians 1x0 São Paulo Sport 1x0 Coritiba Vasco 1x1 Fluminense 24ª RODADA 02/12 Fortaleza 0x0 Corinthians 05/12 Santos 2x2 Palmeiras Botafogo 0x1 Flamengo Fluminense 3x1 Athletico-PR Bahia 0x2 Ceará Coritiba 0x0 Red Bull Bragantino 06/12 São Paulo 1x0 Sport Grêmio 4x0 Vasco Atlético-MG 2x2 Internacional 07/12 Atlético-GO 0x1 Goiás 23ª RODADA 25/11 Atlético-MG 2x1 Botafogo Coritiba 0x1 Corinthians 26/11 Fortaleza 1x1 Goiás 28/11 Palmeiras 3x0 Athletico-PR Santos 4x2 Sport Bahia 1x3 São Paulo Atlético-GO 0x0 Internacional 30/11 Fluminense 0x0 Red Bull Bragantino Vasco 1x4 Ceará 27/01 Grêmio x Flamengo 22ª RODADA 20/11 Red Bull Bragantino 4x0 Bahia 21/11 Flamengo 3x1 Coritiba Athletico-PR 1x0 Santos Goiás 1x0 Palmeiras 22/11 São Paulo 1x1 Vasco Ceará 2x2 Atlético-MG Botafogo 1x2 Fortaleza Internacional 1x2 Fluminense Corinthians 0x0 Grêmio 23/11 Sport 0x1 Atlético-GO 21ª RODADA 14/11 Santos 2x0 Internacional Sport 0x2 Vasco Goiás 0x1 Athletico-PR Corinthians 1x2 Atlético-MG Grêmio 4x2 Ceará Fortaleza 2x3 São Paulo Flamengo 1x1 Atlético-GO Palmeiras 2x0 Fluminense 16/11 Coritiba 1x2 Bahia Botafogo 1x2 Red Bull Bragantino 20ª RODADA 7/11 Athletico-PR 2x1 Fortaleza São Paulo 2x1 Goiás Atlético-GO 1x1 Corinthians 08/11 Vasco 0x1 Palmeiras Internacional 2x2 Coritiba Red Bull Bragantino 1x1 Santos Atlético-MG 4x0 Flamengo Bahia 1x0 Botafogo Fluminense 0x1 Grêmio Ceará 0x0 Sport 19ª RODADA 31/10 Botafogo 2x2 Ceará Corinthians 1x0 Internacional Coritiba 1x0 Atlético-GO Fortaleza 0x1 Fluminense 01/11 Flamengo 1x4 São Paulo Sport 1x0 Athletico-PR Santos 3x1 Bahia Goiás 1x1 Vasco 02/11 Palmeiras 3x0 Atlético-MG Grêmio 2x1 Red Bull Bragantino 18ª RODADA 21/10 Vasco 1x2 Corinthians 24/10 Red Bull Bragantino 2x0 Goiás Ceará 2x1 Coritiba Atlético-MG 0x0 Sport 25/10 Fluminense 3x1 Santos Atlético-GO 0x3 Palmeiras Internacional 2x2 Flamengo Athletico-PR 1x2 Grêmio 11/11 Bahia 2x1 Fortaleza 09/12 São Paulo 4x0 Botafogo 17ª RODADA 17/10 Fluminense 2x2 Ceará Coritiba 1x2 Santos Atlético-GO 1x1 Athletico São Paulo 0x0 Grêmio 18/10 Corinthians 1x5 Flamengo Internacional 2x0 Vasco Red Bull Bragantino 2x0 Sport Fortaleza 2x0 Palmeiras 19/10 Botafogo 0x0 Goiás Bahia 3x1 Atlético-MG 16ª RODADA 14/10 Palmeiras 1x3 Coritiba Grêmio 3x1 Botafogo Santos 0x1 Atlético-GO Atlético-MG 1x1 Fluminense Sport 3x5 Internacional Athletico-PR 0x1 Corinthians 15/10 Flamengo 1x1 Red Bull Bragantino 16/10 Goiás 1x1 Bahia 19/11 Vasco 0x0 Fortaleza 25/11 Ceará 1x1 São Paulo 15ª RODADA 10/10 Vasco 1x2 Flamengo Palmeiras 0x2 São Paulo Coritiba 0x0 Fortaleza Atlético-MG 3x0 Goiás 11/10 Fluminense 1x0 Bahia Santos 2x1 Grêmio Sport 1x2 Botafogo Atlético-GO 2x1 Red Bull Bragantino Internacional 2x1 Athletico-PR Ceará 2x1 Corinthians 14ª RODADA 07/10 Corinthians 1x1 Santos Flamengo 3x0 Sport Grêmio 2x1 Coritiba Bahia 3x0 Vasco São Paulo 3x0 Atlético-GO Goiás 2x4 Fluminense Botafogo 2x1 Palmeiras Fortaleza 2x1 Atlético-MG 08/10 Athletico-PR 0x0 Ceará Red Bull Bragantino 0x2 Internacional 13ª RODADA 03/10 Grêmio 1x1 Internacional Palmeiras 2x1 Ceará Red Bull Bragantino 0x0 Corinthians 04/10 Botafogo 1x1 Fluminense Flamengo 3x1 Athletico-PR Coritiba 1x1 São Paulo Bahia 1x2 Sport Fortaleza 0x0 Atlético-GO Goiás 2x3 Santos Atlético-MG 4x1 Vasco 12ª RODADA 23/09 Sport 1x0 Corinthians 26/09 Inter 1x1 São Paulo Athletico-PR 1x0 Bahia Atlético-MG 3x1 Grêmio 27/09 Vasco 1x1 Red Bull Bragantino Palmeiras 1x1 Flamengo Ceará 2x2 Goiás Atlético-GO 1x1 Botafogo Santos 1x1 Fortaleza 28/09 Fluminense 4x0 Coritiba 11ª RODADA 26/08 São Paulo 1x0 Athletico-PR 16/09 Corinthians 3x2 Bahia 19/09 Red Bull Bragantino 4x2 Ceará Fortaleza 1x0 Inter Atlético-GO 3x4 Atlético-MG 20/09 Grêmio 1x1 Palmeiras Coritiba 0x1 Vasco Botafogo 0x0 Santos Sport 1x0 Fluminense 13/10 Flamengo 2x1 Goiás 10ª RODADA 12/09 Athletico-PR 1x0 Coritiba Santos 2x2 São Paulo 13/09 Fluminense 2x1 Corinthians Grêmio 1x1 Fortaleza Atlético-MG 2x1 Red Bull Bragantino Bahia 0x1 Atlético-GO Ceará 2x0 Flamengo Goiás 1x0 Internacional Palmeiras 2x2 Sport Botafogo 2x3 Vasco 9ª RODADA 09/09 Athletico-PR 1x1 Botafogo Fortaleza 1x0 Sport Goiás 3x3 Coritiba São Paulo 1x1 Red Bull Bragantino Fluminense 1x2 Flamengo Santos 3x1 Atlético-MG 10/09 Corinthians 0x2 Palmeiras Internacional 2x0 Ceará Bahia 0x2 Grêmio Vasco 1x2 Atlético-GO 8ª RODADA 05/09 Flamengo 2x1 Fortaleza Corinthians 2x2 Botafogo Ceará 0x1 Santos 06/09 Red Bull Bragantino 1x2 Palmeiras São Paulo 3x1 Fluminense Internacional 2x2 Bahia Sport 2x1 Goiás Vasco 1x0 Athletico-PR Atlético-GO 1x1 Grêmio Coritiba 0x1 Atlético-MG 7ª RODADA 02/09 Ceará 1x0 Fortaleza Fluminense 1x1 Atlético-GO Goiás 1x2 Corinthians Botafogo 0x0 Coritiba Bahia 3x5 Flamengo Athletico-PR 1x1 Red Bull Bragantino Palmeiras 1x1 Internacional Santos 2x2 Vasco 03/09 Grêmio 1x2 Sport Atlético-MG 3x0 São Paulo 6ª RODADA 29/08 Botafogo 0x2 Internacional Fluminense 2x1 Vasco Bahia 1x1 Palmeiras Fortaleza 3x0 Red Bull Bragantino 30/08 São Paulo 2x1 Corinthians Santos 0x1 Flamengo Coritiba 1x0 Sport Atlético-GO 0x2 Ceará 18/11 Atlético-MG 0x2 Athletico-PR 30/11 Grêmio x Goiás 5ª RODADA 22/08 Athletico-PR 0x1 Fluminense Internacional 1x0 Atlético-MG Goiás 2x0 Atlético-GO 23/08 Flamengo 1x1 Botafogo Vasco 0x0 Grêmio Palmeiras 2x1 Santos Red Bull Bragantino 1x2 Coritiba Sport 0x1 São Paulo Ceará 2x0 Bahia 26/08 Corinthians 1x1 Fortaleza 4ª RODADA 19/08 Flamengo 1x1 Grêmio Red Bull Bragantino 2x1 Fluminense Athletico-PR 0x1 Palmeiras Internacional 3x0 Atlético-GO Goiás 1x3 Fortaleza Botafogo 2x1 Atlético-MG Corinthians 3x1 Coritiba 20/08 Sport 0x1 Santos São Paulo 1x1 Bahia Ceará 3x0 Vasco 3ª RODADA 15/08 Grêmio 0x0 Corinthians Coritiba 0x1 Flamengo Palmeiras 1x1 Goiás 16/08 Atlético-MG 2x0 Ceará Vasco 2x1 São Paulo Bahia 2x1 Red Bull Bragantino Fluminense 2x1 Internacional Atlético-GO 1x1 Sport Fortaleza 0x0 Botafogo Santos 3x1 Athletico-PR 2ª RODADA 12/08 Red Bull Bragantino 1x1 Botafogo Atlético-MG 3x2 Corinthians Athletico-PR 2x1 Goiás Bahia 1x0 Coritiba Atlético-GO 3x0 Flamengo Fluminense 1x1 Palmeiras Ceará 1x1 Grêmio 13/08 São Paulo 1x0 Fortaleza Internacional 2x0 Santos Vasco 2x0 Sport 1ª RODADA 08/08 Fortaleza 0x2 Athletico-PR Coritiba 0x1 Internacional Sport 3x2 Ceará 09/08 Flamengo 0x1 Atlético-MG Grêmio 1x0 Fluminense Santos 1x1 Red Bull Bragantino 30/09 Botafogo 1x2 Bahia Corinthians 0x0 Atlético-GO 03/12 Goiás 0x3 São Paulo 27/01/2021 Palmeiras x Vasco

  • Folhapress

    Santos leva reservas para duelo contra o Atlético-MG

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Santos vai levar apenas jogadores reservas para enfrentar o Atlético-MG nesta terça-feira (26), às 20h, no Mineirão, em partida que foi adiada da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como terá a final da Libertadores contra o Palmeiras no próximo sábado (30), no Maracanã, o Santos optou por descansar seus principais jogadores, que no domingo participaram da partida contra o Goiás, na Vila Belmiro. É possível que apenas o goleiro John entre em campo. Vindo de duas derrotas consecutivas -para Fortaleza e Goiás-, o Santos ainda tem pretensões no Brasileirão, mas a situação ficou complicada. Com 45 pontos, a equipe paulista ocupa o décimo lugar e está cinco pontos atrás da zona de classificação para a Libertadores, que no momento é fechada pelo Fluminense. Do outro lado, o Atlético-MG também não vive bom momento. O time de Jorge Sampaoli tinha tudo para encostar na liderança, mas vacilou fora de casa nas duas últimas rodadas, com empate diante do Grêmio e derrota para o Vasco. Esses resultados deixaram o Galo estacionado com 54 pontos. Se vencer o Santos, ainda ficará cinco pontos atrás do Internacional e sem confronto direto pela frente. Para a partida, Réver deve retomar a titularidade em lugar de Gabriel. No ataque, Eduardo Vargas pode perder a posição de centroavante para Eduardo Sasha. ATLÉTICO-MG Everson; Guga, Réver (Gabriel), Junior Alonso, Guilherme Arana; Jair, Allan, Hyoran; Savarino, Eduardo Vargas, Keno. T.: Jorge Sampaoli SANTOS John; Madson, Laércio (Luiz Felipe), Alex, Wagner Leonardo; Vinicius Balieiro, Guilherme Nunes, Jean Mota; Tailson, Marcos Leonardo, Arthur Gomes. T.: Cuca Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG) Horário: 20h desta terça-feira Juiz: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)

  • Folhapress

    Cavalieri falha, Fluminense vence Botafogo e piora situação alvinegra no Campeonato Brasileiro

    SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - No "Clássico Vovô", realizado na noite deste domingo (24), em São Januário, o Fluminense venceu, encostou no G6 e deixou o Botafogo em uma situação ainda mais complicada no Campeonato Brasileiro. O triunfo tricolor por 2 a 0 foi construído com gol de Lucca, que contou com falha do goleiro Diego Cavalieri, e Wellington Silva, em cobrança de pênalti. Com o resultado, a equipe do técnico Marcão foi a 50 pontos, um atrás do Grêmio, sexto colocado. O Alvinegro, por outro lado, permanece na lanterna, com 23 pontos, e vê o cenário para fugir do rebaixamento cada vez mais obscuro. Pela 33ª rodada, a equipe das Laranjeiras recebe o Goiás, no Nilton Santos, enquanto o Glorioso encara o Palmeiras apenas no dia 2. Lucca vira herói da noite Em um jogo sem muita inspiração, o atacante Lucca virou o herói tricolor ao aproveitar um dos poucos avanços da equipe e balançar a rede. O jogador, que busca mais espaço no elenco, vem sendo bastante utilizado pelo técnico Marcão. Cavalieri se torna vilão O goleiro Diego Cavalieri acabou ficando marcado negativamente no jogo. Ele falhou no lance que acabou gerando o primeiro gol do Flu, em partida que era de suma importância para o Botafogo na competição. No fim, ele ainda cometeu um pênalti em Wellington Silva. O jogo Times diferentes Tanto Fluminense quanto Botafogo entraram em campo com mudanças. No Tricolor, Nenê ocupou a vaga de Michel Araújo, poupado após desconforto na coxa esquerda. No ataque, o jovem John Kennedy foi titular. Já pelo lado do Botafogo, Barroca mudou o esquema e entrou em campo com 3-5-2. Sem Pedro Raul, que indicou um incômodo muscular na coxa esquerda, o setor mais ofensivo foi formado por Matheus Nascimento e Babi. Passou perto Com apenas quatro minutos de partida, Lucca perdeu uma grande chance de abrir o placar para o Fluminense. Após cobrança de falta, houve desvio e atacante entrou sozinho na área, mas cabeceou para fora. Jogo morno As equipes adotaram estratégias diferentes. O Fluminense tinha mais o meio de campo e se mostrava mais "agudo". Já o Botafogo, mais fechado, apostava nas saídas em velocidade. Porém, os dois times erravam muitos passes e não conseguiam criar chances claras. Além disso, o duelo se mostrou bem "pegado", o que gerou muitas faltas. Além de muitas faltas, times e comissões técnicas passaram a reclamar em um tom a mais, o que fez o jogo ficar mais tenso. Atendimento e substituição Ao fim do primeiro tempo, Victor Luis, lateral esquerdo do Botafogo, caiu no gramado acusando um mal-estar e deixou o campo de maca. Sem condições de continuar, acabou substituído pelo volante Cícero, o que fez Rafael Forster ser deslocado para a ala. Sem alterações, mesmo panorama Apesar do primeiro tempo fraco, as equipes retornaram para a etapa final do jogo sem substituições. Com a bola rolando, o cenário não mudou tanto. Os times continuavam errando muitos passes e mostrando ausência de criatividade na criação das jogadas. Cavalieri salva Sem conseguir penetrar na defesa alvinegra, uma alterativa do Flu foi o chute de fora. E Yago Felipe quase abriu o placar assim, quando recebeu na intermediária e bateu com força, mas parou em Cavalieri, que fez boa defesa, Fluminense se 'anima', e abre o placar em falha de Cavalieri Após a chance de Yago, o Fluminense passou a ser mais intenso no jogo e passou a levar mais perigo. Depois de alguns flertes com o gol, o placar foi aberto. Em jogada pela direita, Luiz Henrique cruzou, desviou na zaga e sobre para Lucca, que apareceu sem marcação. O atacante finalizou, Cavalieri falhou e a torcida tricolor comemorou. Foi para frente Após o gol, o técnico Eduardo Barroca fez mudanças para tentar colocar o time mais ofensivo, com o atacante Navarro na vaga do volante Zé Welison e o atacante Angulo no lugar do também jogador ofensivo Matheus Nascimento, que deixou o campo de maca. As alterações surtiram certo efeito em curto prazo e a equipe alvinegra teve mais presença no campo de ataque, mas sem sucesso na conclusão das jogadas. Fluminense 'espeta' Ao mesmo tempo em que foi para frente, o Botafogo deixava espaços entre as linhas de marcação. Assim, o Flu passou a explorar os avanços em velocidade e levou perigo à zaga alvinegra. Quase no fim Já nos minutos finais, o Botafogo chegou com mais perigo, em cabeçada de Cícero, mas Marcos Felipe defendeu sem grande problema. A equipe de General Severiano ainda tentou uma pressão, porém, esbarrou nas próprias pernas. Homenagem às vítimas do Palmas O Fluminense entrou em campo com uma faixa de luto no uniforme como forma de homenagem às vítimas do acidente aéreo envolvendo integrante do Palmas Futebol e Regatas. Os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Afonso Noé, Ranule Gomes dos Reis e Marcus Vinicius Molinari Reis, e o presidente Lucas Meira morreram uma queda de avião na manhã de hoje. O piloto Wagner Machado também foi vítima fatal. O grupo seguia para Goiânia, onde o Palmas tinha partida marcada para esta segunda-feira (25) contra o Vila Nova, pela Copa Verde. A CBF adiou o confronto em função da tragédia. Vasco dá boas-vindas Mandante do confronto, o Fluminense utilizou São Januário pelo fato de o Maracanã estar cedido à Conmebol para a final da Libertadores, que acontecerá no sábado. Jorge Salgado, presidente do Vasco, publicou uma foto ao lado de Mario Bittencourt, mandatário tricolor. Pênalti no último lance No último lance da partida, Welligton Silva entrou driblando na área e foi derrubado pelo goleiro Diego Cavalieri. Na cobrança, o próprio Wellington Silva balançou a rede. FLUMINENSE: Marcos Felipe, Calegari, Luccas Claro, Nino e Egídio; Martinelli, Yago e Nenê (Matheus Ferraz); Luiz Henrique (Hudson), Lucca (Wellington Silva) e John Kennedy (Marcos Paulo). Técnico: Marcão BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Marcelo Benevenuto, Rafael Forster (Barrandeguy) e Kanu; Kevin, Caio Alexandre, Bruno Nazário (Davi Araújo), Zé Welison (Navarro) e Victor Luis (Cícero); Matheus Nascimento (Angulo) e Matheus Babi. Técnico: Eduardo Barroca FICHA TÉCNICA FLUMINENSE 2 X 0 BOTAFOGO Competição: Campeonato Brasileiro, 32ª rodada Data: 24 de janeiro de 2021, quarta-feira Horário: 20h30 (de Brasília) Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ) Árbitro: Edina Alves Batista (SP) Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SP) VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP) Cartões amarelos: Luiz Henrique, Yago (FLU); Rafael Forster (BOT) Cartões vermelhos: não houve Gol: Lucca, do Fluminense, aos 21''/2ºT; Welligton Silva, do Fluminense, aos 53'/2ºT

  • Folhapress

    Queda de avião mata quatro atletas e presidente do Palmas

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - -Um avião com integrantes da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D do Campeonato Brasileiro, caiu na manhã de domingo (24), pouco depois de decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, Tocantins. De acordo com a assessoria do time, quatro jogadores (Lucas Praxedes, 23, Guilherme Noé, 28, Ranule Gomes, 27, e Marcus Molinari, 23), o presidente do clube, Lucas Meira, 32, e o piloto da aeronave, identificado como comandante Wagner Machado, morreram no acidente. Não há sobreviventes. Segundo o Corpo de Bombeiros de Tocantins, a aeronave em que as vítimas estavam é um bimotor do modelo Baron, de prefixo PTLYG. "Quando chegamos, observamos que a aeronave ainda estava em chamas, mas com fogo baixo. Duas explosões foram notadas, o que pode ter sido os tanques nas asas", afirmou a tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno, comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, em declaração publicada pela corporação. Bueno afirmou ainda que as chamas foram controladas e que os bombeiros tentaram ao máximo preservar os corpos e a área do acidente. Uma perícia seria realizada na sequência. De acordo com o RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro), o avião é da marca Beech Aircraft, foi fabricado em 1982 e pertence a uma construtora com sede em Redenção, no Pará. Procurada pela reportagem, a assessoria do Palmas afirmou que a aeronave pertencia a Meira, presidente da agremiação, e estava em fase de transferência para o nome dele. O grupo estava a caminho de Goiânia, onde a equipe de Tocantins enfrentaria o Vila Nova, pela Copa Verde. O compromisso estava marcado para segunda (25). Isolados por Covid-19 O Palmas também afirmou que os atletas estavam no avião porque tiveram teste positivo para a Covid-19, antes da partida entre Palmas e Real Noroeste, também pela Copa Verde, duelo que ocorreu na última quarta (20). Por estarem contaminados, viajavam a Goiânia separados do restante da equipe, que iria para a capital de Goiás na noite de domingo. Eles ainda não haviam estreado com a camisa do clube tocantinense. "Os atletas finalizariam o cumprimento do isolamento neste domingo. Com isso, a diretoria decidiu levá-los no voo particular que já seria utilizado pelo presidente, para que terminassem de cumprir o isolamento em Goiânia e assim estar à disposição da comissão técnica para o jogo diante do Vila Nova", afirmou o clube. Condolências Adversário no confronto, o Vila Nova expressou em nota "consternação e profunda tristeza" pelo ocorrido, afirmou que toparia o adiamento da partida e prometeu "homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano". Hugo Jorge Bravo, presidente da agremiação de Goiás, também lamentou o acidente em seu perfil no Twitter e disse que não havia clima para o jogo. No início da tarde, em nota, a CBF informou que a partida foi suspensa e será remarcada posteriormente. A entidade também decretou que se respeitasse um minuto de silêncio em todas as partidas do Campeonato Brasileiro do domingo e de segunda-feira. A Chapecoense, equipe que sofreu uma tragédia aérea em 2016, também prestou homenagem ao clube de Tocantins. Na ocasião, a aeronave do time catarinense levava 77 pessoas para a partida final da Copa Sul-Americana quando caiu na Colômbia. Foram 71 vítimas. Entre os mortos estavam jogadores e membros da comissão técnica, além de jornalistas e a tripulação da aeronave. Já o Palmas divulgou comunicado sobre o acidente e disse que fará novos prronunciamentos "em momento oportuno" para trazer mais informações. A Copa Verde é um campeonato regional da CBF, que existe desde 2014. Disputam a competição equipes das regiões Norte e Centro-Oeste, além de representantes do Espírito Santo. A atual edição começou na última quarta (20) e reúne 24 equipes. O vencedor do torneio ganha uma vaga direta na terceira fase da Copa do Brasil. O Palmas havia iniciado sua participação no campeonato na última quarta, com uma vitória por 2 a 0 sobre o Real Noroeste. Maior vencedor do Campeonato Tocantinense, o Palmas conquistou sete edições do Estadual (2000, 2001, 2003, 2004, 2007, 2018 e 2019). A edição de 2020 foi interrompida em março por causa da pandemia. A competição retornou neste domingo (24), na fase semifinal. O clube voltaria a campo pelo torneio na quinta-feira (28), contra o Araguacema. A equipe da capital de Tocantins também disputou a Série D do Campeonato Brasileiro de 2020, com maus resultados. Foram 14 partidas, com 14 derrotas.

  • 90min

    Respeita a velha guarda! Brasileirão tem noite de golaços de veteranos; confira

    Sessão noturna de jogos do Brasileirão é marcada por brilho e golaços de veteranos. Thiago Neves (35) e Rafael Moura (37) foram às redes por Sport e Goiás.

  • Folhapress

    Titulares do Santos perdem de virada para o Goiás no Campeonato Brasileiro

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com força máxima, o Santos perdeu em casa para Goiás por 4 a 3, de virada, neste domingo (24), e desperdiçou a chance de se aproximar da zona de classificação para a Libertadores no Campeonato Brasileiro. É a segunda derrota consecutiva da equipe do técnico Cuca, superada também na última quinta (21), pelo Fortaleza. Com 45 pontos, o Santos caiu para a décima colocação e permanece a seis pontos do Grêmio. A equipe gaúcha fecha o G6, zona que dá classificação ao continental e que pode se tornar G7 ou G8, a depender dos resultados das finais da Copa do Brasil e da própria competição sul-americana. O resultado acende sinal amarelo no clube alvinegro. Se vencer a decisão da Libertadores contra o Palmeiras, no sábado (30), o Santos se classificará para a próxima edição do torneio, mas, em caso de derrota para o rival, a presença na edição de 2021 ficará mais difícil. Contra o Goiás, que luta contra o rebaixamento, o Santos teve dois tempos completamente distintos. Na primeira etapa, a equipe abriu o placar logo aos 6 minutos, após boa jogada do ataque santista. Marinho, na entrada da área, deu uma passe de letra para Pituca, que cruzou para Lucas Braga completar de primeira. Aos 38 minutos, foi a vez de Braga ajeitar e dar a assistência para Kaio Jorge, aniversariante do dia, ampliar o placar. Com vantagem de dois gols, o Santos parecia ter encaminhado uma vitória tranquila. Mas, na segunda etapa, o Goiás melhorou e contou com boa atuação de Rafael Moura, destaque do jogo, para virar o placar. Foi dele o primeiro gol da equipe goiana, aos 10 minutos. Aos 15 minutos, o zagueiro David Duarte empatou de cabeça, e Fernandão virou aos 30 minutos para os visitantes, após pênalti cometido por Sandry. Aos 32 minutos, Rafael Moura marcou um golaço na Vila Belmiro. Ele roubou a bola no meio de campo, driblou o defensor santista e chutou de cobertura para fazer o quarto gol do Goiás na partida. Marinho, aos 42 minutos, ainda descontou para o time da casa. O Santos volta a campo pelo Brasileiro na terça (26), contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. Diante da equipe mineira, o técnico Cuca deve mandar a campo uma formação reserva, de olho na final de sábado, quando enfrenta o Palmeiras no Maracanã SANTOS: John, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Bruno Marques); Sandry (Guilherme Nunes), Diego Pituca (Jean Mota) e Soteldo; Marinho, Lucas Braga (Lucas Lourenço) e Kaio Jorge. Técnico: Cuca. GOIÁS: Tadeu; Heron, David Duarte e Iago Mendonça; Jefferson (Vinicius), Ariel Cabral, Breno (Taylon), Shaylon (Índio) e Daniel Oliveira; Rafael Moura e Fernandão (Douglas Baggio). Técnico: Glauber Ramos. FICHA TÉCNICA Data: 24 de janeiro de 2021 (domingo) Horário: 18h15 (de Brasília) Competição: Campeonato Brasileiro (32ª rodada) Local: Vila Belmiro, em Santos (SP) Árbitro: Wagner do Nascimento (RJ) Auxiliares: Rodrigo Figueiredo (RJ) e Thiago Henrique Neto (RJ) VAR: Pathrice Wallace Corrêa (RJ) Cartões amarelos: Luan Peres, Guilherme Nunes, Soteldo e Kaio Jorge (Santos); Breno, Iago Mendonça, Douglas Baggio e Rafael Moura (Goiás) GOLS: Lucas Braga, aos seis minutos do 1º tempo (Santos); Kaio Jorge, aos 37 minutos ao 1º tempo (Santos); Rafael Moura, aos nove minutos do 2º tempo (Goiás); David Duarte, aos 14 minutos do 2º tempo (Goiás); Fernandão, aos 30 minutos do 2º tempo (Goiás); Rafael Moura aos 31 minutos do 2º tempo (Goiás); Marinho, aos 40 minutos ao 2º tempo (Santos)

  • Folhapress

    Acidente com avião mata quatro jogadores e presidente do Palmas

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um avião com integrantes da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D do Campeonato Brasileiro, caiu por volta de 8h30 deste domingo (24) pouco depois de decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional-TO. De acordo com a assessoria do time, quatro jogadores (Lucas Praxedes, 23, Guilherme Noé, 28, Ranule Gomes, 27, e Marcus Molinari, 23), o presidente do clube, Lucas Meira, 32, e o piloto da aeronave, identificado como comandante Wagner Machado, morreram no acidente. Não há sobreviventes. Segundo o Corpo de Bombeiros do Tocantins, a aeronave em que as vítimas estavam é um bimotor do modelo Baron, de prefixo PTLYG. “Quando chegamos, observamos que a aeronave ainda estava em chamas, mas com fogo baixo. Duas explosões foram notadas, o que pode ter sido os tanques nas asas”, afirmou a tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno, comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, para o site da corporação. Bueno afirmou ainda que as chamas foram controladas, e que os bombeiros tentaram ao máximo preservar os corpos e a área do acidente para a perícia. De acordo com o RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro), o avião é da marca Beech Aircraft, foi fabricado em 1982 e pertence à uma construtora com sede em Redenção (PA). Procura pelo jornal Folha de S.Paulo, a assessoria do Palmas afirmou que a aeronave pertencia à Meira, e estava em fase de transferência para o nome dele. O grupo estava a caminho de Goiânia, onde a equipe do Tocantins enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde, na segunda-feira (25). O Palmas também afirmou que os atletas viajavam em um avião separado do restante da delegação por estarem em fase final de recuperação da Covid-19. O teste positivo se deu antes da partida entre Palmas e Real Noroeste, também pela Copa Verde, realizada na última quarta (20). O restante do elenco viajaria na noite deste domingo. Eles ainda não haviam estreado pelo clube tocantinense. "Os atletas finalizariam o cumprimento do isolamento neste domingo. Com isso, a diretoria decidiu levá-los no voo particular que já seria utilizado pelo presidente, para que terminassem de cumprir o isolamento em Goiânia e assim estar à disposição da comissão técnica para o jogo diante do Vila Nova", afirmou o clube. Adversário no confronto, o Vila Nova expressou em nota "consternação e profunda tristeza" pelo ocorrido e afirmou que "corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira (2), pelo Campeonato Goiano". Hugo Jorge Bravo, presidente da agremiação de Goiás, também lamentou o acidente em seu perfil no Twitter e disse que não há clima para o jogo. No início da tarde, em nota, a CBF informou que a partida foi suspensa e será remarcada posteriormente. A entidade também decretou que se faça um minuto de silêncio nas partidas do Campeonato Brasileiro deste domingo. A Chapecoense, equipe que sofreu uma tragédia aérea em 2016, também prestou homenagem ao clube de Tocantins. Na ocasião, a aeronave do time catarinense levava 77 pessoas para a partida final da Copa Sul-Americana quando caiu na Colômbia. Foram 71 vítimas. Entre os mortos estavam jogadores e membros da comissão técnica, além de jornalistas e a tripulação da aeronave. Já o Palmas divulgou comunicado sobre o acidente e disse que se pronunciará "em momento oportuno" para trazer mais informações. A Copa Verde é um campeonato regional da CBF, que existe desde 2014. Disputam a competição equipes das regiões Norte e Centro-Oeste, além do Espírito Santo-ES. A atual edição começou na última quarta (20), e reúne 24 equipes. O vencedor ganha uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil. O Palmas havia iniciado sua participação no campeonato na quarta, com uma vitória de 2 a 0 sobre o Real Noroeste. Maior vencedor do Campeonato Tocantinense, o Palmas conquistou sete edições do Estadual (2000, 2001, 2003, 2004, 2007, 2018 e 2019). A edição de 2020 foi interrompida em março por causa da pandemia. A competição retorna neste domingo (24), na fase semifinal. O clube voltaria a campo pelo torneio na quinta (28), contra o Araguacema. A equipe da capital do Tocantins também disputou a Série D do Campeonato Brasileiro de 2020. Foram 14 partidas, com 14 derrotas. QUEM SÃO AS VÍTIMAS DO CLUBE: Lucas Meira, 32, empresário e presidente do Palmas, chegou a ser candidato a vice-prefeito da capital tocantinense pelo DEM, em chapa com a então prefeita da cidade, Cinthia Ribeiro (PSDB), que foi reeleita. Ele desistiu da candidatura no final de setembro, alegando "motivos pessoais". Marcus Molinari, 23, era meia e teve passagens por clubes mineiros, como Araxá, Tupi, Ipatinga e Tupynambás, além da base do Santos. Ele era filho de Marinho, ex-jogador do Atlético-MG que se destacou na campanha do clube em 2006, quando foi campeão da Série B do Brasileiro. Ranule Gomes, 27, era goleiro, também com passagem por times mineiros (Guaxupé e Tupi, entre outros), além de equipes fluminenses (Portuguesa-RJ, Resende e Sampaio Corrêa-RJ) Guilherme Noé, 28, atuava como zagueiro e já havia passado pelo Palmas em 2019, quando o time conquistou o campeonato estadual do Tocantins. Também jogou pelo Ipatinga e por equipes paulistas, como Mirassol, Rio Preto e São Bernardo. Lucas Praxedes, 23, lateral-esquerdo, teve passagem pelos clubes XV de Jaú, Marília e Capivariano, entre outros times do interior. VEJA NOTA DO PALMAS FUTEBOL E REGATAS: "O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar." NOTA DO VILA NOVA "O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner. Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte. O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano."

  • LANCE!

    Santos defende soberania e invencibilidade contra o Goiás

    Última derrota do Peixe para o rival deste domingo foi em 2015: 4 a 1, em jogo válido pelo Brasileiro daquele ano, e disputado no estádio Serra Dourada, em Goiânia

  • LANCE!

    Arão mantido na zaga? Gabigol e Pedro juntos? As opções de Rogério Ceni no Flamengo contra o Athletico

    Com desfalques importantes, o treinador terá que fazer alterações na equipe, que vem de vitórias importantes sobre o Goiás e o Palmeiras desde o último domingo

  • LANCE!

    Santos x Goiás: veja as prováveis escalações, desfalques e onde assistir

    Duelo deste domingo, às 18h15, na Vila Belmiro, será válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, e pode colocar Peixe mais perto do G6