Assunto

Rondônia RO | Últimas notícias do estado e Porto Velho

Tóquio

Acompanhe os Jogos de Tóquio em tempo real

  • Extra

    Paulinho Vilhena fez uma decoração inspirada no surfe para sua casa. Veja como colocar elementos esportivos no ambiente

    Na série “Pode entrar”, do canal GNT, o ator Paulinho Vilhena abre as portas de sua casa no Rio de...

  • Yahoo Notícias

    Delegado é assassinado em Porto Velho após tiroteio em boate

    O delegado José Valney Calixto de Oliveira, da Polícia Civil de Rondônia, foi morto com um tiro na cabeça na noite deste sábado (24) em uma casa de eventos de Porto Velho.

  • Folhapress

    Após redução recorde de áreas protegidas, Assembleia de Rondônia agora extingue parque estadual

    MANAUS, AM (FOLHAPRESS) - Por unanimidade, a Assembleia Legislativa de Rondônia revogou a criação do Parque Estadual (PES) Ilha das Flores, sancionada em maio pelo governador Coronel Marcos Rocha (sem partido) para compensar a redução de 219 mil hectares de unidades de conservação. A votação ocorreu no último dia 6 de julho, após um debate de cerca de 10 minutos. Além da extinção do PES Ilha das Flores, de quase 90 mil hectares (equivalente a dois municípios de Curitiba), a Assembleia também red

  • Agência Brasil

    Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas em Rondônia

    O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto nesta sexta-feira (2) para ampliar a atuação das Forças Armadas na repressão a delitos ambientais no estado de Rondônia. No início da semana, o presidente havia assinado o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ambiental válido para toda a Amazônia. A medida, no entanto, se restringia a operações em áreas de propriedade ou posse da União, como terras indígenas, áreas federais de preservação, imóveis da União, entre outros, e estava também limita

  • Folhapress

    Paulinho Vilhena deixa a Globo após 23 anos

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Paulinho Vilhena, 42, encerrou seu vínculo com a TV Globo após 23 anos. A novidade foi compartilhada por ele mesmo em suas redes sociais. "Fim. Essa etapa da nossa relação termina. Grato pelo aprendizado e pelas histórias que contamos juntos, alegrando e emocionando os telespectadores", começou o artista. "Várias novelas, séries, programas apresentados, alguns grandes amigos, muitos colegas e [o diretor de TV] Roberto Talma (1949-2015). Nossa história foi inte

  • Yahoo Vida e Estilo

    Paulinho Vilhena sorri em demissão da Globo após 23 anos: "Respeito"

    O ator agradeceu à emissora pelos anos de parceria

  • Extra

    Governo de Rondônia denunciou à PF oferta de vacinas pela empresa de vendedor ouvido na CPI da Covid

    O governo de Rondônia denunciou à Polícia Federal (PF) uma oferta feita pela Davati Medical Supply...

  • LANCE!

    Brasileirão Feminino Série A2: Fluminense vence o Real Ariquemes pelas oitavas de final

    Com o resultado, as 'Guerreiras do Fluzão' largaram na frente por uma vaga nas quartas de final da competição

  • Agência Brasil

    Governo de Rondônia e MJ anunciam ação contra invasão de terras

    O governo de Rondônia e o Ministério da Justiça e Segurança Pública anunciaram, hoje (15), uma ação conjunta para combater a invasão de propriedades rurais no estado. Batizada de Operação Rondônia, a iniciativa durará ao menos 90 dias e contará com a participação de reforços das polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), além da Força Nacional de Segurança Pública. A ação integrada para conter as ocupações de terras particulares no estado foi anunciada na sede do ministério, em Brasília,

  • Folhapress

    Sem repressão, invasores loteiam e até criam canal no YouTube em floresta nacional de Rondônia

    MANAUS, AM (FOLHAPRESS) - Grilar e causar danos ambientais dentro de uma unidade de conservação é crime punível com prisão, mas invasores da Flona (Floresta Nacional) de Jacundá, em Rondônia, não temem em se expor em um canal de YouTube, discutem distribuição de lotes em um grupo de WhatsApp e até recebem ajuda de uma prefeitura. A invasão começou em 15 de fevereiro, mas, passados quatro meses, não houve sequer uma notificação judicial. Pelo contrário: no grupo de WhatsApp, do qual a reportagem

Mais Assuntos em alta

Visualizar mais Assuntos em alta