Assunto

Sorocaba | Últimas notícias do interior de SP

  • Yahoo Notícias

    Covid-19: Variante sul-africana detectada em Sorocaba é a que apresenta maior resistência à vacina, diz governo

    Governo teme que transmissão tenha ocorrido de maneira comunitária, já que a paciente não teve contato com pessoas que viajaram para a África do Sul

  • Folhapress

    Zebra histórica na Superliga de vôlei, Itapetininga sonha com final inédita

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em sua terceira participação na elite da Superliga masculina, o Vôlei Um/Itapetininga (SP) busca uma vaga inédita na decisão do título e tem sido o centro das atenções após desbancar o favorito Sada/Cruzeiro. O time fez história na competição por ter sido o primeiro a avançar aos playoffs com a oitava colocação e eliminar logo o dono da melhor campanha. Fez isso com duas vitórias (3 sets a 0 e 3 sets a 2, de virada) na casa dos mineiros, em Contagem (MG), pelas quartas de final. Pela frente, a equipe do interior de São Paulo (170 km da capital) terá uma série de melhor de três jogos contra outra força tradicional, o Fiat/Minas. O primeiro duelo será nesta quarta-feira (7), às 16h30, no centro de desenvolvimento da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), em Saquarema (RJ). O segundo jogo será no sábado (10), às 19h. Se preciso, o último está agendado para segunda (12), às 19h. Na outra semifinal, o último campeão da Superliga, EMS Taubaté/Funvic, e Vôlei Renata/Campinas também se enfrentam nesta quarta, às 19h, e novamente no sábado, às 21h30. O terceiro confronto, se necessário, está previsto para segunda, às 21h30. Trata-se de uma reedição da final do Campeonato Paulista, na qual o Campinas levou a melhor, em outubro do ano passado, e encerrou hegemonia do Taubaté, que conta com a base da seleção brasileira e buscava o seu sétimo título estadual seguido. Toda a reta final da Superliga será transmitida pelo canal SporTV 2. Após a conclusão do naipe feminino, com o título do Itambé/Minas sobre o Dentil/Praia Clube, as equipes masculinas chegam para se concentrar na "bolha" do CT de Saquarema nesta terça. Os técnicos das seleções brasileiras José Roberto Guimarães (feminina) e Renan Dal Zotto (masculina) também estão no local desde segunda, para o início da etapa de preparação para a Liga das Nações, entre maio e junho, na Itália, e os Jogos de Tóquio. Dal Zotto, que convocou novidades desta Superliga (o oposto Darlan, do Sesi/São Paulo, o líbero Alexandre Elias, do Vedacit/Guarulhos, e o ponteiro Maicon, do Cruzeiro) para avaliá-las, também poderá observar o Vôlei Um, que tem chamado atenção com um elenco jovem. O atleta mais velho é o oposto Renan Buiatti, 31, maior pontuador desta Superliga, com 445 pontos. Ele, que tem 2,17 metros de altura, também está entre os dez primeiros nas estatísticas de bloqueio e de saque. Uma campanha de redenção para o mineiro de Uberlândia, que ao longo da carreira não se firmou na seleção brasileira. Antes de ser anunciado pela agremiação paulista, em outubro do ano passado, Renan vinha de oito meses de inatividade por conta de uma infecção no pé esquerdo, contraída no final de 2019 e de intervenção cirúrgica. Renan foi uma aposta do técnico Pedro Uehara, o Peu, e contratado graças ao empenho do patrocinador principal -Um é o nome de um produto de limpeza, fabricado pela empresa Universal Chemical, e virou o nome da equipe. "O Cássio [Souza Barros, dono da Universal Chemical] foi quem negociou e nos ajudou a trazer o Renan. É um jogador de nível de seleção, com salário mensal de R$ 20 mil, enquanto a nossa faixa está entre R$ 4 mil a R$ 5 mil", diz Osmar Thibes do Canto Júnior, presidente da Associação Itapetininga de Vôlei, mantenedora do Vôlei Um. "O nosso orçamento é de R$ 1,5 milhão, enquanto o do Cruzeiro chega a R$ 13 milhões. Não à toa estamos muito felizes, e os meninos com uma motivação tremenda", completa. Para avançar à final, o Vôlei Um terá que derrotar o Minas pela primeira vez na Superliga. O time de Belo Horizonte ganhou os dois jogos da fase de classificação, por 3 sets a 1 e 3 sets a 2. "O Vôlei Um Itapetininga é a grande surpresa do campeonato. Estamos estudando bem a equipe deles, sabemos os pontos fortes e tentaremos minimizá-los", afirmou o técnico do Minas, Nery Tambeiro. Peu demonstra confiança na evolução de sua equipe. "Depois do Cruzeiro, tivemos duas semanas sensacionais de treinos e pudemos estudar o adversário", afirma o técnico do Itapetininga. "Mas o Minas faz um bom trabalho e é quem tem a responsabilidade de vencer, porque possui um orçamento bem superior ao nosso." Com uma população estimada de 165 mil pessoas, Itapetininga estreitou sua relação com a modalidade quando o ginásio municipal Ayrton Senna da Silva passou a receber jogos da Supercopa, em 2015, evento que abre a temporada e reúne os campeões da Superliga e da Copa do Brasil nos dois naipes. Campeão da Superliga (em 1997 pelo Suzano) e nascido em Itapetininga, Rodrigo Moraes, o Canhoto, foi quem apresentou o projeto de uma equipe de vôlei para o prefeito Luis Di Fiori, morto no final de 2015. Thibes, então secretário de esporte, deu sequência à proposta. Ao estrear na temporada de 2017, o primeiro atleta a ser apresentado foi o oposto André Nascimento, medalhista de ouro nos Jogos de Atenas-2004 e de prata em Pequim-2008. Ele atuou somente por uma temporada e se aposentou, em 2018, com o acesso à elite da Superliga. Seguiu na diretoria da equipe. "É um orgulho muito grande fazer parte deste projeto desde o início. Apesar de tantas dificuldades, tem conquistado bons resultados. Gostaria muito que continuasse se fortalecendo com ajuda dos patrocinadores e cada vez mais levar o nome de Itapetininga para o cenário nacional", diz Nascimento. * SEMIFINAIS DA SUPERLIGA MASCULINA DE VÔLEI Quarta (7) Vôlei UM Itapetininga (SP) x Minas Tênis Clube (MG), às 16h30 EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h Sábado (10) Minas Tênis Clube (MG) x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h Vôlei Renata (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30 Segunda (12) - se necessário Vôlei UM Itapetininga (SP) x Minas Tênis Clube (MG), às 19h EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 21h30 Todos os jogos serão realizados em Saquarema e terão transmissão do SporTV

  • LANCE!

    Após eliminar Cruzeiro, Itapetininga perde medo e sonha alto na Superliga

    Em preparação para a série contra o Minas, Guiga e Matheus Winck colhem frutos do trabalho e almejam decisão inédita. Primeiro duelo da semifinal acontece nesta quarta

  • BBC News Brasil

    Como força-tarefa de cientistas encontrou variante do coronavírus em Sorocaba

    Por ora, não há evidências de que mudanças afetem gravidade da covid-19, mas há indícios de que elas podem diminuir a resposta imune e afetar a taxa de eficácia das vacinas.

  • Originais do Yahoo

    Variante sul-africana da Covid-19 é detectada em Sorocaba, diz governo

    O governo de São Paulo confirmou nessa quarta-feira (30) a identificação de um caso de Covid-19 da variante da África no Sul. A pessoa contagiada vive em Sorocaba, no interior do estado.

  • Extra

    Primeiro caso no Brasil de Covid por variante sul-africana é identificado em Sorocaba, no interior de SP

    O primeiro caso de Covid no Brasil provocado pela variante sul-africana do vírus Sars-CoV-2 foi...

  • Folhapress

    Variante do coronavírus semelhante à da África do Sul foi detectada em Sorocaba

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo João Doria (PSDB) confirmou nesta quarta-feira (31) que foi detectado um caso de uma variante do coronavírus que se assemelha à da África do Sul. A informação foi dada em coletiva no Palácio dos Bandeirantes (zona oeste de SP). Segundo o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o material genético do vírus foi analisado. Embora seja similar à da África do Sul, não é descartado que seja uma nova variante. "Em Sorocaba foi identificada uma variante, que foi submetida o trabalho descrevendo. É uma variante assemelhada à da África do Sul, embora não haja histórico de viagem ou de contato com viajantes à África do Sul. Então também existe a possibilidade de que seja já uma evolução da nossa P1 em direção a essa nova mutação da África do Sul", disse Covas. Segundo Dimas Covas, terá que ser determinada qual é a real incidência dessa variante. "Se for apenas um caso, as medidas são as medidas que em andamento. Fora isso o acompanhamento genômico em outros locais, o sequenciamento, para a observação do surgimento dessas variantes. Porque isso nesse momento é esperado e o que temos que fazer é o sequenciamento rotineiro de um percentual das amostras testadas para monitorar o aparecimento das variantes", disse. Sobre a situação da doença no estado, o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, informou que o estado tem 92,2% das UTIs ocupadas e a Grande São Paulo 91,8%. "Temos 12.975 pacientes internados nas nossas unidades de terapia intensiva. Para se ter uma ideia, tínhamos agora na segunda-feira 12.945. Portanto, a ascensão, apesar de estar ocorrendo, vem num numerário menor do que aquilo que estávamos acompanhando nas últimas semanas, com centenas de novas admissões nas unidades", disse. Segundo Gorinchteyn, atualmente, o número de pacientes na UTI é o dobro do pico anterior da pandemia, em julho de 2020. Atualmente, o estado tem 74.652 mortos por coronavírus. No comparativo com a última semana, houve um incremento de casos em 9,2% e de internações em 10%. Apesar disso, Gorinchteyn cita que houve desaceleração em relação às últimas semanas.

  • O Globo

    Primeiro caso de Covid por variante sul-africana no Brasil é identificado em Sorocaba, no interior de SP

    Paciente com Covid não tem histórico de viagem nem de contato com pessoas que passaram pela África do Sul

  • Yahoo Notícias

    Covid-19: Estagiária de enfermagem morre aos 24 anos em Sorocaba

    Natália chegou a apresentar melhora, mas não resistiu às complicações. Seu pai também está internado, com Covid-19

  • Yahoo Vida e Estilo

    Um "Thor" caiu do céu: Chris Hemsworth impressiona em salto no lago

    Astro da Marvel mostrou como tem aproveitado o tempo livre na Austrália