Assunto

Startups | Últimas notícias sobre o mercado

  • Canaltech

    Confira mais de 600 vagas abertas em startups e empresas de Tecnologia

    São dezenas de vagas em Tecnologia e outras áreas relacionadas, como Produto, UX e Marketing Digital. As posições estão disponíveis em diversas cidades brasileiras e, em muitas delas, é possível trabalhar sob o regime de home office

  • Agência Brasil

    Startup brasileira ganha prêmio WSA na categoria saúde e bem-estar

    A startup brasileira Phelcom Technologies, ligada ao Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, foi a vencedora do prêmio World Summit Awards (WSA) na categoria saúde e bem-estar. A premiação ocorreu em dezembro, em Viena, na Áustria. O prêmio tem como objetivo reconhecer tecnologias que promovam a resolução de problemas da sociedade e é dirigido pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU). Os finalistas foram julgados nos quesitos de sustentabilidade, objetivos, técnica e estratégias. Apoiada pela Financiadora de Inovação e Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (Finep), a Phelcom Technologies desenvolveu o Eyer, um retinógrafo portátil – instrumento que permite a realização de exames oculares, de frente e fundo de olho. O equipamento funciona acoplado a um aparelho celular, tem a mesma qualidade de um retinógrafo de mesa, e é capaz de diagnosticar doenças que afetam a visão como a retinopatia diabética, glaucoma, e a degeneração macular relacionada à idade. “A solução desenvolvida pela empresa permite democratizar o acesso a exames de retina e ajuda na prevenção da cegueira e deficiência visual grave, que atinge cerca de 250 milhões de pessoas, e mais de 75% dos casos poderiam ser evitados. São doenças que muitas vezes, se não tratadas, podem levar à cegueira.”, disse o sócio e CEO da Phelcom Technologies, José Augusto Stuchi. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dos casos de cegueira no mundo são evitáveis. “O aparelho é portátil, leve e de fácil operação, o que significa que qualquer profissional de saúde minimamente treinado pode usá-lo para realizar exames de retina em menos de um minuto. Os exames são automaticamente sincronizados com a internet, habilitando o diagnóstico remoto”, explicou. O Eyer está há um ano e meio no mercado e conta com a aprovação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

  • Canaltech

    Confira uma seleção de vagas de emprego em startups das mais diversas áreas

    São dezenas de vagas em Tecnologia e outras áreas relacionadas, como Produto, UX e Marketing Digital. As posições estão disponíveis em diversas cidades brasileiras e, em muitas delas, é possível trabalhar sob o regime de home office

  • Canaltech

    Startup francesa cria propelente de iodo que pode ajudar a reduzir lixo espacial

    A startup ThrustMe testou com sucesso seu propelente de iodo para mudar a órbita de um satélite em torno da Terra. Além de mais barato e de manuseio simples, esse propelente pode ajudar na reentrada de satélites e, assim, reduzir o lixo espacial

  • Folhapress

    Febraban lança programa de aceleração para startups de educação financeira

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) lançou seu primeiro programa de aceleração de startups, que será dedicado a empresas que atuem com educação financeira. Inscrições vão até o dia 9 de fevereiro e podem ser feitas no site do Meu Bolso em Dia, como foi batizado o projeto. O programa conta com apoio do Banco Central e da aceleradora Voe sem Asas e terá investimento de R$ 1 milhão feito pela federação para a realização de mentorias e workshops, além de aportes em cinco empresas selecionadas ao final do processo. Os eventos, que poderão ser virtuais devido à pandemia, serão conduzidos pelos mentores da Voe Sem Asas, executivos convidados do mercado e também dos associados da Febraban. O uso adequado das finanças e do setor bancário é uma ferramenta poderosa na promoção do bem estar e na realização de sonhos e projetos", diz Isaac Sidney, presidente da Febraban. Ele explica que, para serem elegíveis, as empresas precisam apresentar um protótipo inovador já testado com possíveis clientes, potencial para crescer no mercado e que possam ser aplicados em escala nacional. É preferível que o produto seja destinado a populações vulneráveis, como pessoas idosas ou de baixa renda. Além de startups, podem se inscrever pequenas e médias empresas, ONGs ou organizações da sociedade civil de interesse público (OSCIPs) que tenham sede no Brasil. O programa será divido em três etapas. Na primeira, uma banca de especialistas selecionará 20 empresas para uma imersão de oito semanas. Dessas, dez organizações serão escolhidas por uma comissão julgadora. Na segunda etapa, as empresas terão cinco semanas para elaborar um plano de negócios e definir que tipo de auxílio podem necessitar dali para frente. Ao final, participantes irão apresentar seus projetos para representantes das três organizações envolvidas no programa. Cinco delas, então, receberão aportes em valores que podem variar, dependendo da necessidade de cada negócio, além de um acompanhamento por mais 12 meses para viabilizarem seus produtos.

  • Reuters

    Ambev fecha acordo com startup FNM e Agrale para mil veículos elétricos

    SÃO PAULO (Reuters) - A Ambev fechou parceria com a startup brasileira FNM e com a montadora nacional Agrale para mil veículos elétricos incluindo caminhões e vans, como parte dos planos da fabricante de bebidas de ter metade de sua frota rodando com energia limpa até 2023.O valor do investimento não foi revelado, com a Ambev afirmando apenas que o projeto é "viável economicamente devido ao menor custo de energia e manutenção".

  • Yahoo Finanças

    Startup 'amiga' de lojistas e vendedores, Olist planeja abrir 400 vagas

    Bruno conta que, para avançar nas contratações, é necessário muito mais do que simplesmente uma boa proposta com salário e benefícios competitivos

  • Canaltech

    Startup aponta quais as fraudes de identificação digital mais usadas em 2020

    A adulteração da foto em documentos foi a mais praticada no ano passado e consegue driblar até mesmo plataformas de biometria facial. Neste caso, o golpista consegue fraudar a prova de vida usando um vídeo em alta resolução e até mesmo máscaras de silicone

  • Reuters

    Investidores injetam US$125 mi em startup de carregamento de carros elétricos Volta

    DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A startup norte-americana de carregamento de veículos elétricos Volta anunciou nesta terça-feira que levantou 125 milhões de dólares de investidores, o que elevou o financiamento total para a empresa para mais de 200 milhões, disse a empresa.A Volta está aproveitando o entusiasmo dos investidores por veículos elétricos e negócios relacionados.

  • Reuters

    Startup de veículos elétricos Rivian recebe investimento de US$2,65 bi

    DETROIT (Reuters) - A Rivian, startup de veículos elétricos apoiada pela Amazon e pela Ford, afirmou nesta terça-feira que pretende iniciar a produção de uma picape elétrica e um SUV ainda neste ano, e anunciou uma rodada de investimentos de 2,65 bilhões de dólares liderada pela T.A Rivian disse que captou 8 bilhões de dólares desde o início de 2019.