Assunto

Tocantins TO | Últimas notícias do estado e Palmas

  • Extra

    Goleiro Bruno é contratado por time do Tocantins

    Condenado pelo assassinado de Elisa Samudio, o goleiro Bruno Fernandes foi anunciado como refoço do...

  • LANCE!

    Com vitória simples, Avaí continua na Copa do Brasil eliminando o Palmas

    Equipe catarinense teve chance de construir um placar mais elástico, porém acabou parado em grande atuação do goleiro Jennerson

  • Agência Brasil

    PF deflagra Operação Athoótita para investigar pedófilos no Tocantins

    A Polícia Federal deflagrou hoje (23) a Operação Athoótita, com o objetivo de combater “possível prática de estupro de vulnerável”, além de crimes de compartilhamento e posse e produção de pornografia infantil no Tocantins. Cerca de dez policiais federais estão cumprindo mandados de busca e apreensão, bem como de prisão preventiva, no município de Tabocão – todos expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária no Tocantins. De acordo com a PF no Tocantins, a investigação teve início após cooperação jurídica internacional com os Estados Unidos, que encaminhou o material, à Polícia Federal, material compartilhado contendo pornografia infantojuvenil. “No endereço da pessoa relacionada aos fatos, houve reporte de pornografia infantil por meio da Interpol em razão do upload de vídeo pedopornográfico em site de conteúdo adulto”, informou a PF. O nome dado à operação – Athoótita – significa “inocência” em grego.

  • LANCE!

    Ex-Corinthians, Gustavo Tocantins busca acesso para a segunda divisão portuguesa pela segunda vez

    Atacante revelado pelo Timão anotou um dos gols na goleada por 4 a 0 sobre o Lourinhanense, pela terceira divisão portuguesa

  • LANCE!

    Jogo entre Palmas-TO e Avaí pela Copa do Brasil é suspenso

    Duelo estava agendado para a cidade de Belo Horizonte nesta quinta-feira

  • Agência Brasil

    PF faz operação contra fraudes no Tribunal de Contas do Tocantins

    Uma organização criminosa suspeita de fraudar processos licitatórios e a execução de contratos relacionados à construção do prédio anexo do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins é o alvo, hoje (3), da Operação Esopo 267, da Polícia Federal. Durante as investigações, a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União constataram, além dos indícios de fraude à licitação e de desvios na execução dos contratos, diversos outros elementos que apontam a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, além da constituição de organização criminosa por servidores públicos e empresários do ramo da construção civil. “Os contratos investigados somam mais de R$ 25 milhões. A partir das movimentações financeiras suspeitas, laudos periciais e informações de campo, estima-se um prejuízo aos cofres públicos da União superior a R$ 4 milhões”, disse a PF. Na ação desta quarta-feira, policiais cumprem 13 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) nas cidades de Palmas e Goiânia. A Operação Esopo 267 faz referência a uma das versões da fábula do lobo em pele de cordeiro, em virtude de que os ilícitos investigados estariam associados ao próprio órgão responsável por evitar que eles aconteçam.

  • Agência Brasil

    PF e CGU combatem irregularidades em fundo de saúde no Tocantins

    Desvios de recursos do Fundo de Saúde de Araguaína (TO) são o alvo da Operação Sempiternus e da Controladoria-Geral da União (CGU) nesta quarta-feira (24). As irregularidades ocorriam a partir da subcontratação de empresas ligadas aos dirigentes de uma organização social (OS), as quais não prestavam os serviços contratados ou fornecem os bens e serviços adquiridos em quantidades ou formas inferiores às previstas em contrato. Segundo a CGU, a partir de outra operação, a Imhotep, de 2019, começou um trabalho de acompanhamento do contrato firmado pela Secretaria de Saúde de Araguaína (TO), a partir de dispensa de licitação, com Instituto responsável pela gestão hospitalar do município. As análises identificaram, dentre outras irregularidades, que a organização social subcontratava empresas ligadas aos seus dirigentes para prestação de serviços como assessoria, consultoria, apoio à gestão, controle interno e governança corporativa, dos quais, na prática, em alguns casos, não foram prestados. “A investigação apurou que, somente entre os anos de 2018 e 2020, há indícios consistentes da malversação de valores que atingem o montante de R$ 6.749.999,09. Além disso, constatou-se que a OS também mantém contratos com o governo do Tocantins, assim como operacionaliza outras unidades de saúde em diferentes estados, como Alagoas, Bahia e Pará”. informou a CGU. Diligências Ao todo estão sendo cumpridos hoje 18 mandados de busca e apreensão, distribuídos por Araguaína (TO), Brasília (DF) e Goiânia (GO). Além do bloqueio do valor dos desvios das contas dos investigados, a operação quebrou os sigilos bancário e fiscal de 14 pessoas físicas e jurídicas. O trabalho tem com a participação de cerca de 100 policiais federais e de três auditores da CGU.

  • Extra

    Filha de Projota, do 'BBB21', completa 1 ano e aparece batendo palmas na web

    Marieva, filha de Projota com a atriz Tâmara Contro, completa um ano nesta segunda-feira, dia 8. Na...

  • Agência Brasil

    Aprovado edital de concessão de rodovias que ligam Tocantins a Goiás

    A Agência Nacional de Transportes Terrestres aprovou ontem (28) o edital de concessão do trecho de 850,7 km das rodovias BR-153/414/080/TO/GO. A expectativa é que o leilão ocorra no dia 29 de abril na sede da bolsa de valores, B3, em São Paulo. O contrato tem duração de 35 anos, prorrogáveis por mais cinco. De acordo com a agência, a previsão é que sejam investidos, ao longo do contrato, em torno de R$ 14 bilhões, sendo R$ 6,2 de custos operacionais. De acordo com o edital, o leilão será feito em um modelo híbrido. Ou seja, vencerá o certame quem oferecer a menor tarifa de pedágio e o maior valor de outorga pela concessão. Serão leiloados os trechos da BR-153, que vai de Aliança do Tocantins (TO) até Anápolis (GO), o trecho da BR-414 que vai de Assunção de Goiás (GO) até Anápolis/GO e o trecho da BR-080 que vai do entroncamento com a BR 414 em Assunção de Goiás até o entroncamento com a BR 153. O projeto prevê 9 praças de pedágio em: Aliança (TO), Figueirópolis (TO), Talismã (GO), Santa Tereza de Goiás (GO), Uruaçu (GO), São Luiz do Norte (GO), Jaraguá (GO), Barro Alto (GO) e Planalmira (GO). O edital também prevê, entre outros pontos, a aplicação de descontos aos usuários do sistema de pagamento automático de pedágio. A tecnologia permite a passagem no pedágio sem a necessidade de parar na cabine. A tecnologia será aplicada para os veículos das categorias leves (automóveis e caminhonetes, com reboque ou semirreboque, motos e triciclos), que utilizam a rodovia para a realização de deslocamentos frequentes, usualmente entre municípios próximos, com distâncias de percurso menores que as dos trechos de cobertura das praças de pedágio.

  • LANCE!

    Federação Tocantinense dá aval para o Palmas inscrever quatro atletas na reta final do Estadual-2020

    Tricolor terá até o dia 3 de fevereiro para registrar atletas nos lugares de Guilherme Noé, Lucas Praxedes, Ranule Gomes e Marcus Molinari, vítimas do desastre no último domigno