Assunto

Notícias do ENEM 2021 - Datas de prova e inscrição

  • Agência Brasil

    Governo divulga datas para pedir isenção de taxa de inscrição no Enem

    O candidato que quiser pedir isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) neste ano deve se inscrever entre os dias 17 e 28 de maio. As datas foram divulgadas em edital publicado ontem (3) no Diário Oficial da União (DOU) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Pela primeira vez, o Inep publicou um edital separado somente para os pedidos de isenção na taxa. As datas para a inscrição no Enem e também os dias de prova da edição 2021 ainda não foram divulgados. Aqueles que se inscreveram e faltaram à última edição do Enem também poderão justificar a ausência entre os dias 17 e 28 de maio. O procedimento é necessário para solicitar isenção na taxa da próxima edição do exame. Pelo cronograma divulgado, o resultado dos pedidos de isenção e das justificativas de ausência serão divulgados em 9 de junho. O período de recurso será entre 14 e 16 de junho, e o resultado dos recursos serão divulgados em 25 de junho. O Inep alerta que mesmo aqueles que tiverem a isenção concedida precisam realizar nova inscrição no Enem, quando estas forem abertas, em data ainda a ser divulgada. Os critérios para pedir isenção na taxa de inscrição são os seguintes: - estar cursando a última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública; - ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou ser bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; - ou declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), desde que informe o seu Número de Identificação Social (NIS) único e válido.

  • Extra

    MEC divulga datas do Prouni, Fies, Sisu e isenção para o próximo Enem

    RIO - O Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira as datas de inscrição para as próximas...

  • Olhar Digital

    Enem 2021: saiba qual o prazo para pedir isenção de pagamento da prova

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) começou a divulgar as primeiras informações sobre o Enem 2021 (Exame Nacional do Ensino Médio) nesta segunda-feira (3). Apesar da data da prova permanecer em sigilo, o prazo para pedir a isenção do valor de inscrição do exame já é conhecida. Para não precisar […]

  • Extra

    Gabaritar Matemática no Enem impresso rendeu até 50 pontos a mais do que mesmo desempenho nas outras versões do exame

    RIO - Alunos que fizeram a versão impressa do Enem levaram vantagem em relação aos competidores que...

  • Folhapress

    Ex-BBB Danrley é aprovado no Enem e vai cursar pedagagogia

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-BBB Danrley Ferreira, 22, divulgou nas redes sociais a mudança do curso na faculdade, após fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Ele publicou nesta sexta (16) um vídeo no Instagram explicando a troca do curso de Biologia pelo de Pedagogia. Danrley contou que passou os últimos dois anos fora da faculdade depois de participar do reality. Ele disse que viajou bastante e prestou atenção no número de pessoas que não sabem ler e escrever, inclusive próximas a ele. "Fiquei chocado em como o analfabetismo é tão latente, tão mais real do que eu pensava", disse. O ex-BBB disse que já estudava para ser professor antes quando cursava biologia, na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), mas viu que o analfabetismo é um problema mais urgente. Ele explicou ainda que sua ideia não é dar aulas em escolas e que não está preocupado com o salário. "Não é pela remuneração, porque eu já trabalho com internet e ganho bem com isso. Meu objetivo é criar projetos em favelas, nas periferias, para auxiliar a galera com a alfabetização, para dar o mínimo de dignidade a elas e tentar fazer minha parte", afirmou. Morador da Rocinha, zona sul do Rio de Janeiro, Danrley participou do BBB 19. Na época, ele estudava ciências biológicas, dava aula particular de física e vendia picolé na praia no final de semana. Ele dizia ser estudioso e que sonhava ser professor, mas não perdia uma boa balada e amava baile funk. Logo após ser eliminado do programa, o estudante disse, em entrevista a Ana Maria Braga, do programa Mais Você (Globo), que ouviu comentários racistas durante conversas informais no confinamento Em rodas de conversa, Danrley reclamou de comentários preconceituosos e racistas. "Algumas coisas são muito naturalizadas e as pessoas não percebem o que estão falando. Teve gente chamando pessoas de carvão. Falei que isso poderia ferir um grupo de pessoas", afirmou o estudante.

  • Extra

    Prouni abre inscrições em maio para vagas remanescentes do primeiro semestre de 2021 e usará nota do Enem

    RIO - O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta sexta-feira que abre as inscrições para as...

  • Extra

    Firjan Sesi abre mais 800 vagas para curso pré-Enem gratuito no Rio

    A Firjan Sesi está com 800 oportunidades gratuitas para o curso pré-Enem em todo o estado do Rio....

  • Yahoo Notícias

    Estudante negro que tirou nota mil na redação do Enem quer inspirar outros jovens

    O caso do estudante pernambucano é uma exceção em meio às desigualdades que atravessam a educação no Brasil

  • BBC News Brasil

    Sisu 2021: saiba como se inscrever e entenda o sistema de seleção para participantes do Enem

    Inscrições abrem para estudantes que fizeram o Enem concorrerem a vagas em universidades públicas de todo o país; saiba como se inscrever.

  • Agência Brasil

    Inep nega falha na correção das redações do Enem

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), negou ter havido erros nas notas de redação da edição 2020 do exame. “Não há problemas técnicos identificados entre a disponibilidade das referidas notas pelo consórcio Cesgranrio-FGV, contratado para operacionalização do Enem, e o instituto”, informou em nota divulgada hoje (2). Desde a última terça-feira (30), quando com o acesso às notas foi liberado, estudantes fizeram reclamações nas redes sociais. Eles questionaram a correção, alegando que haviam tirado notas muito mais baixas do que em exames anteriores. O instituto afirmou não ter havido falhas nas correções. “O Inep reforça que o processo de correção das redações do Enem é acompanhado em todas as suas etapas e segue rigorosamente os critérios estabelecidos pelo instituto”, ressaltou. O Inep também afirmou ter conferido as notas extraídas do sistema de correção de provas com as notas divulgadas. “As análises, já concluídas, garantem que todas as notas apresentadas aos participantes estão de acordo com as notas finais calculadas após a atribuição de pontos de todos os corretores de redação”. Segundo o Inep, as redações podem passar “por até quatro correções” antes de se chegar à nota final. Falha no site No dia 29 de março, quando as notas do exame ficaram disponíveis, houve um problema no site. Esse problema impediu os estudantes de consultarem as notas por algumas horas. Às 21h20 do mesmo dia, no entanto, o acesso foi normalizado. Entretanto, o Inep assegura que essa falha no site não atinge o banco de notas. Na edição de 2020, 28 estudantes tiraram nota máxima na redação, ao fazerem mil pontos na prova. Esse foi o pior desempenho dos candidatos na redação desde a edição de 2013.