Assunto

Maranhão MA | Últimas notícias do estado e São Luís

  • Folhapress

    Incidência de Covid-19 no Maranhão chega a 40,4%, a maior taxa do Brasil

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A incidência de Covid-19 no Maranhão chegou a 40,4%, a maior taxa do Brasil. Isso representa quase 3 milhões de maranhenses contaminados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. Os dados são do inquérito sorológico realizado por uma equipe técnica da UFMA (Universidade Federal do Maranhão) e da Secretaria de Estado da Saúde. Foram analisadas 3.156 amostras de sangue em 69 municípios entre 27 de julho e 8 de agosto. Apesar do alto número de infectados no Maranhão, a taxa de letalidade da Covid-19 no estado é de 0,17%. Segundo Antônio Augusto Moura, professor do Departamento de Saúde Pública da UFMA, essa é uma das menores taxas do mundo. O inquérito estima que 5.026 pessoas tenham morrido por alguma complicação em decorrência da doença. A prevalência de infeção pelo novo coronavírus no Maranhão é muito superior do que a reportada em outras áreas do país: Fortaleza (14,2%), São Paulo (4,8%), Espírito Santo (2,1%), Ribeirão Preto (1,4%) e Rio Grande do Sul (0,22%). As outras avaliações, entretanto, tiveram amostras coletadas até meados de junho. O relatório constatou que houve maior incidência de Covid-19 em domicílios com maior número de pessoas (acima de dois moradores) e que indivíduos com maior escolaridade foram menos afetados pelo coronavírus. Segundo o inquérito, sexo, idade, raça e renda familiar não tiveram impacto direto nos resultados. “Esses resultados indicaram relação inversa da prevalência dos anticorpos investigados com a escolaridade mais elevada e com menor número de moradores, sugerindo que desigualdades sociais e composição do número de moradores nos domicílios podem ter maior influência na exposição ao SARS-CoV-2”, diz o documento.

  • Yahoo Notícias

    Covid-19: Pai do governador Flávio Dino morre aos 88 anos em São Luís

    Flávio Dino, um dos nomes mais fortes da esquerda brasileira atual, exaltou a trajetória de seu pai e ressaltou seu “profundo amor pela vida"

  • Folhapress

    Escolas privadas retomam aulas presenciais de forma escalonada no Maranhão

    Um decreto estadual do final de junho autorizou a retomada das aulas presenciais nas instituições privadas, seguindo uma ordem

  • LANCE!

    Willian Maranhão tem rescisão com o Vasco publicada no BID da CBF

    Volante de 24 anos teve o término da passagem pelo Gigante da Colina oficializado nesta quarta-feira. Ele acertou com o Atlético-GO até o final da atual temporada

  • Yahoo Notícias

    Bolsonaro ironiza governador do Maranhão: "quer pacto pelo emprego, mas segue com Estado fechado"

    Dino enviou uma carta a Bolsonaro sugerindo uma reunião com os governadores para que seja construído um "pacto nacional pelo emprego"

  • Agência Brasil

    Governo entrega 5 mil cestas de alimentos a indígenas do Maranhão

    O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (19) que o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) entregou cerca de 5 mil cestas de alimentos aos indígenas do Maranhão. Em mensagem publicada no twitter, o presidente também afirmou que os ministérios da Defesa e da Saúde também estão atuando com suporte de profissionais da saúde e de infraestrutura para atender às comunidades durante a pandemia de covid-19. A entrega foi feita pela ministra Damares Alves, na sexta-feira (17), em Imperatriz (MA). A medida vai beneficiar indígenas dos povos Krikati, Guajajara e Gavião, Akroá-Gamella, Awa Guajá, Canela, Kaapor, Kreniê, Ticuna do Maranhão, Timbira e Tremembé. A distribuição dos alimentos é realizada para diminuir a vulnerabilidade social, evitando o deslocamento para outros povoados em busca de comida.  Cestas entreguesSegundo o ministério, já foram entregues 14 mil cestas em etapas anteriores da distribuição. A ação faz parte do Plano de Contingência para Populações Vulneráveis, criado pelo governo federal para diminuir os impactos sociais da pandemia. Cerca de R$ 4,7 bilhões devem ser investidos no programa. Em todo o país, 275 mil unidades foram entregues. Além do ministério, também participam da distribuição dos alimentos a Fundação Nacional do Índio (Funai), a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). > 1\. A @DHumanosBrasil , @DamaresAlves , entrega 5.000 cestas básicas à comunidades indígenas no Maranhão, totalizando até o momento 20.000 unidades na região. O @minsaude e o @DefesaGovBr também agem desde o início com suporte de profissionais de saúde e infraestrutura aos índios. pic.twitter.com/JMdiEB4bOY> > — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) July 19, 2020

  • Reuters

    Novo terminal da Raízen no Maranhão abre frente para importação e promete desafiar refinarias

    Para o diretor de Desenvolvimento de Negócios e Infraestrutura da Raízen, Nilton Gabardo, o mercado de combustíveis é "corrida de redução de custo", o que está na essência do projeto do terminal."Quando se trabalha com custos eficientes, acaba desafiando mais os refinadores.

  • Folhapress

    Governo dos EUA vai pagar construção de hospital de campanha no Maranhão

    Os insumos e os profissionais do hospital serão fornecidos pelo governo do Maranhão, que solicitou a doação ao governo norte-americano

  • Folhapress

    Ventania derruba torre e muros e causa estragos em São Luís

    SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Uma forte ventania derrubou uma torre de telefonia e causou estragos em imóveis e estabelecimentos comerciais nesta segunda-feira (13) em São Luís (MA). A tempestade durou cerca de uma hora e foi registrada durante uma forte chuva que atingiu na região dos bairros da Forquilha e Cidade Operária na tarde de segunda. Não houve registro de vítimas. Segundo Corpo de Bombeiros, três pessoas foram atendidas após se sentirem mal e ums após ser atingida por um choque elétrico. Vídeos compartilhados em redes sociais mostram a queda de uma torre de telefonia durante a ventania. Uma loja de material de construção teve o seu portão arrancado. Árvores e postes de iluminação também foram derrubados com a força do vento. Também houve queda de energia em pelo menos nove bairros da cidade durante a tempestade. Segundo a Cemar, concessionária de energia elétrica do estado, a energia foi reestabelecida por volta das 17h30. O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) informou que a prefeitura atuou em conjunto com o Corpo de Bombeiros para minimizar os estragos provocados pela ventania. A Defesa Civil municipal realizou vistorias técnicas em imóveis que foram danificados. O governador Flávio Dino (PCdoB) disse que acompanhou as ações do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar em apoio a empresas privadas e à prefeitura.

  • LANCE!

    Ex-nadadora Joanna Maranhão sofre acidente de carro com a família: 'Tá tudo bem conosco'

    Joanna relatou que estava com o marido quando uma moto em alta velocidade bateu na janela traseira do carro, onde estava sentado o filho do casal de 10 meses

COMPARTILHE ESTA PÁGINA